Alisson Guimarães/ Cruzeiro
Alisson Guimarães/ Cruzeiro

No Rio de Janeiro, Cruzeiro encerra o ano com força máxima contra o Botafogo

Mesmo sem almejar mais nada no Brasileiro, Mano Menezes garante que não poupará nenhum jogador

Estadao Conteudo

03 de dezembro de 2017 | 09h14

Mesmo sem almejar mais nada no Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro deve escalar todos os titulares disponíveis para o duelo deste domingo contra o Botafogo, às 17 horas, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, pela 38.ª e última rodada da competição.

+ Botafogo recebe o Cruzeiro buscando se recuperar no jogo 'mais decisivo' do ano

Esta, ao menos, é a promessa do técnico Mano Menezes. Preocupado em não provocar qualquer desequilíbrio de forças na competição, ele garante que não poupará nenhum jogador que esteja apto para atuar.

Campeão da Copa do Brasil e já classificado à Copa Libertadores, o Cruzeiro é o quinto colocado com 56 pontos e não pode mais alcançar o quarto Santos. Já o Botafogo está em oitavo e precisa vencer para também se garantir na Copa Libertadores.

"Nós vamos cumprir tabela, como estamos fazendo nos jogos anteriores. Não seria coerente dispensar uns e não outros. Gosto de seguir uma linha de coerência", garantiu o treinador. "Sei que tem muitos atletas que jogaram bastante. Mas estamos inteiros para a última partida. Teremos 30 dias de férias para descansar e tenho certeza que eles vão querer disputar jogos festivos também durante as férias".

Os únicos titulares que não devem atuar neste domingo são o goleiro Fábio e o atacante Rafael Sóbis, lesionados, e o zagueiro Léo, suspenso. Já Murilo se recuperou de um problema muscular e formará a dupla de zaga com Digão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.