No Rio, eleição pode parar na Justiça

Um novo processo na Justiça. Esta foi a decisão do pré-candidato à eleição da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Fferj), Paulo de Almeida. Ele voltou a afirmar que não pretende legitimar um processo eleitoral da forma proposta pelo atual presidente da entidade, Eduardo Viana, que tenta a reeleição. ?Meus advogados estão buscando o melhor caminho jurídico para impedir a realização do pleito, no próximo dia 31?, disse Almeida.?Evitamos o primeiro (dia 3 de julho) e conseguiremos novamente. Temos até quinta-feira para fazê-lo.? Segundo ele, a documentação entregue pela Fferj para validar a chapa de Viana contém as mesmas irregularidades encontradas anteriormente. ?A federação deve dinheiro para todo mundo e a administração tem que recorrer à CBF para efetuar os pagamentos?, disse Almeida. Hoje, era o último dia para que possíveis candidatos registrassem chapas e concorressem contra Eduardo Viana.

Agencia Estado,

24 de julho de 2003 | 17h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.