No Santos, a luta é para manter liderança

O técnico Leão começou hoje a preparar seus jogadores para a nova fase que estão atravessando no Brasileiro, a de líder da competição. "Foi difícil chegar à liderança e sabemos que vai ser mais difícil mantê-la", disse o meia Elano. Para ele, os adversários têm agora uma motivação extra para vencer o Santos, ao mesmo tempo em que os times que estão abaixo na tabela irão se desdobrar para alcançar os santistas. Elano comentou que as dificuldades este ano estão maiores do que em 2002, quando o Santos foi o campeão brasileiro. "Os adversários estão mais preparados, mais fortes, mas com isso a equipe do Santos está crescendo e conseguindo novamente jogar seu futebol", comentou o meia. Para o lateral-esquerdo Léo, "o objetivo do grupo é a manutenção do primeiro lugar, respeitando sempre os adversários". Ele acha que é preciso concentração máxima nos próximos jogos, sabendo que há confrontos diretos ainda com os times que estão na disputa do título deste ano. O zagueiro Alex acha que o time precisa conseguir pontos fora de casa, principalmente contra os times chamados pequenos. "Estamos num campeonato em que não se pode perder pontos e estamos deixando de ganhar pontos bobos fora de casa". Ele contou que já houve uma conversa do grupo hoje sobre a necessidade de o time se manter na liderança.

Agencia Estado,

26 de agosto de 2003 | 18h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.