Arquivo/AE
Arquivo/AE

No Santos, Mancini poderá deixar Neymar no banco

Técnico deve optar por Maikon Leite para a partida contra o Goiás, neste domingo, na Vila Belmiro

SANCHES FILHO, Agencia Estado

15 de maio de 2009 | 18h40

O técnico Vágner Mancini revelou nesta sexta-feira que ainda não decidiu como escalará o ataque do Santos para enfrentar o Goiás, domingo, na Vila Belmiro. O treinador poderá deixar Neymar no banco de reservas para dar lugar a Maikon Leite.

Veja também:

especialVisite o canal especial do Brasileirão

especialJogue o Desafio dos Craques

lista Brasileirão - Calendário

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Ainda não decidi se começa Neymar ou Maikon Leite", disse o treinador após o coletivo desta sexta. No início do treino, Neymar foi titular, ao lado de Kléber Pereira mas, com menos de 20 minutos, perdeu o lugar para Maikon Leite.

Leite foi um dos destaques do time no início do Brasileirão do ano passado, mas acabou saindo de cena ao romper totalmente os ligamentos do joelho direito. O jogador, porém, se recuperou com rapidez e agora brigar por uma vaga entre os titulares.

"Neymar vive um momento que já era esperado. Foi bem no início e dentro do previsto passou a oscilar", explicou Mancini, ressaltando que, em parte, o motivo do baixo rendimento do atacante é porque os adversários descobriram como marcá-lo melhor.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.