Raul Sauan/PontePress
Raul Sauan/PontePress

No seu limite físico, Emerson Sheik é poupado na Ponte Preta para jogo no Recife

Compromisso é contra o Sport, nesta quarta-feira, no Recife

Estadao Conteudo

11 de setembro de 2017 | 18h11

O empate da Ponte Preta contra o São Paulo, no último sábado, serviu para aliviar o clima nos corredores do estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP). Soou como vitória, afinal perdia por 2 a 0 e buscou o 2 a 2. Mas o time já muda a página porque já se concentra visando o compromisso contra o Sport, nesta quarta-feira, no Recife, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. A baixa vai ser Emerson Sheik.

O atacante, que completou 39 anos na semana passada, será poupado. Na apresentação do elenco nesta segunda-feira foi constatado, através de exame, que ele está no seu limite físico. Desta forma, será preservado para o jogo contra o Atlético Goianiense, no sábado, em Campinas, pela 24.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com 28 pontos, o time paulista continua na 13.ª posição.

A ideia do técnico Gilson Kleina era utilizar força máxima, aproveitando o regulamento de decidir em casa. "Trouxemos um empate com uma postura vencedora, então é necessário manter o nível de competitividade", disse o treinador, que corria o risco de ser demitido caso o time não reagisse contra o São Paulo.

Quem preocupa é o atacante Lucca, que sentiu dores no tornozelo diante do São Paulo. Esta lesão ele sofreu na quarta-feira passada. É possível que também seja poupado, embora tenha viajado com a delegação para a capital pernambucana. O seu substituto será Léo Gamalho, agora mais bem adaptado ao time. Tanto que marcou dois gols em três jogos.

Para o lugar de Emerson Sheik, que atuou na articulação das jogadas, é provável a entrada do meia Renato Cajá, ainda sem condições de atuar por 90 minutos. Ele ficou 40 dias afastado por uma lesão patelar no joelho esquerdo. A defesa e o tripé de meio de campo vão ser mantidos.

A Ponte Preta tem três novidades na lista de inscritos para a disputa da Copa Sul-Americana. Como o zagueiro Kadu, o volante Fábio Braga e o atacante Lins deixaram o clube, o lateral-esquerdo Danilo Barcelos e os atacantes Felipe Saraiva e Léo Gamalho herdaram estas vagas.

Novas trocas só poderão ser feitas caso o time passe à próxima fase. O volante Matheus Jesus, por exemplo, continua inscrito mesmo já estando no Santos. O atacante Negueba, que treinava separado, foi para o Londrina, onde vai disputar a Série B do Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.