Bruno Cantini / Atlético-MG
Bruno Cantini / Atlético-MG

No Sul, Atlético-MG encara o Coritiba para se consolidar entre os primeiros

Réver segue sendo desfalque na defesa; Marquinhos pode ganhar chance entre os três atacantes

Redação, Estadão Conteúdo

06 de setembro de 2020 | 16h31

Depois de reencontrar o caminho da vitória ao derrotar o São Paulo na rodada passada, o Atlético-MG vai ao Couto Pereira enfrentar o Coritiba, neste domingo, às 20h30, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. O time mineiro mira a vice-liderança.

Intenso e agressivo, como gosta o técnico Jorge Sampaoli, o Atlético teve boa performance diante do São Paulo. Passou sufoco no começo do jogo, mas depois deslanchou e agora busca o segundo triunfo consecutivo para ganhar fôlego na briga entre os primeiros. No momento, a equipe soma 12 pontos.

Além dos lesionados Nathan e Diego Tardelli, Sampaoli segue com o desfalque de Réver. Gripado e indisposto, o zagueiro não atuou na última quinta e também não enfrentará o Coritiba. Ele testou negativo para a covid-19 e permaneceu em Belo Horizonte. Seu substituto, mais uma vez, será Igor Rabello, que herdou a faixa de capitão e se entendeu bem com o paraguaio Junior Alonso.

A tendência, com isso, é de manutenção dos cinco jogadores de defesa. Na direita, Mariano tem se consolidado entre os titulares, mas Guga está na briga para voltar ao time.

No meio-campo, o trio formado por Allan, Jair e Alan Franco deve permanecer. Os três se destacaram no triunfo sobre o São Paulo, especialmente os dois últimos, que foram às redes. O equatoriano teve dia de artilheiro e marcou dois, feito inédito em sua carreira.

Dessa maneira, a principal dúvida está no ataque. Portanto, Keno e Eduardo Sasha têm sido titulares e é muito provável que sigam na equipe. Resta saber quem será o terceiro atacante. A tendência é de que Marquinhos ganhe uma oportunidade. Ele tem correspondido quando entra. Savarino e Hyoran também estão no páreo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.