Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

No sul, estreante Borja marca e Grêmio vence a Chapecoense de virada

Esta também foi a primeira vitória do time gaúcho como mandante no Brasileirão

Redação, Estadão Conteúdo

09 de agosto de 2021 | 22h14

Com gol do estreante colombiano Borja, o Grêmio venceu a Chapecoense na noite desta segunda-feira, de virada, por 2 a 1, na Arena, em Porto Alegre (RS), no encerramento da 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Alisson fez o outro gol do time gaúcho. Esta também foi a primeira vitória do time gremista como mandante na competição.

A partida na capital gaúcha também marcou a estreia do técnico Pintado no comando da Chapecoense. Ele foi contratado para substituir Jair Ventura e com a dura missão de livrar os catarinenses do rebaixamento à Série B de 2022.

Na classificação, a dupla ainda amarga as duas piores campanhas. Com a vitória, o Grêmio segue na penúltima colocação, agora com dez pontos. Já a Chapecoense, que ainda não venceu, permanece com apenas quatro pontos e em último lugar.

Com bola rolando, o Grêmio até começou pressionando, mas viu a Chapecoense abrir o placar logo aos três minutos. Busanello cruzou na área, Pedro Geromel falhou e Anselmo Ramon concluiu para as redes, marcando seu sétimo gol pelo time catarinense na temporada.

Em desvantagem, o Grêmio se viu pressionado pelo empate, deixou espaços na defesa e quase sofreu o segundo gol aos sete minutos, quando Geuvânio finalizou e acertou na trave. No rebote, Anselmo Ramon chutou, mas o goleiro Gabriel Chapecó desviou, mandando para fora, numa grande defesa.

Aos poucos o Grêmio foi equilibrando a partida e aos 17 minutos chegou ao empate. Alisson carregou a bola e arriscou de longe, acertando o canto direito do goleiro João Paulo, que pulou atrasado e viu a bola parar no fundo das redes.

Com o empate, o time gaúcho teve mais tranquilidade e, de pé em pé, viu Borja ser derrubado na área. Pênalti marcado e convertido pelo próprio atacante aos 31 minutos, anotando seu primeiro gol logo na estreia com a camisa tricolor.

Com a virada no placar, a pressão também mudou de lado. Só que o Grêmio passou a ter total controle da partida, principalmente no início do segundo tempo, quando esteve por mais tempo no ataque e criou chances com Douglas Costa e Borja.

A equipe visitante encontrou dificuldades para passar pela marcação do Grêmio. E, além disso, abusou dos erros de passe e também das bolas aéreas sem qualquer perigo, facilitando a vida dos defensores gaúchos.

No comando das ações da partida, o Grêmio manteve a forte estrutura defensiva e apostou nos contra-ataques para ampliar e selar a vitória. Num dos lances de perigo, aos 37, Luiz Fernando chutou, a bola desviou na marcação e sobrou para Léo Pereira, de primeira, mandar rente a trave, mantendo o placar em 2 a 1 até o apito final.

O Grêmio volta a campo no sábado para enfrentar o São Paulo, às 21 horas, no Morumbi, em São Paulo (SP). Enquanto a Chapecoense jogará apenas na segunda-feira, quando receberá o América-MG, às 20 horas, na Arena Condá, em Chapecó (SC).

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 2 X 1 CHAPECOENSE

GRÊMIO - Gabriel Chapecó; Vanderson, Pedro Geromel, Ruan e Bruno Cortez; Thiago Santos, Darlan (Lucas Silva) e Jean Pyerre (Maicon); Douglas Costa (Léo Pereira), Alisson (Diogo Barbosa) e Borja (Luiz Fernando). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

CHAPECOENSE - João Paulo; Matheus Ribeiro, Kadu, Derlan e Busanello; Léo Gomes (Moisés Ribeiro), Anderson Leite (Foguinho) e Geuvânio (Ravanelli); Denner, Anselmo Ramon (Perotti) e Mike (Felipe Baxola). Técnico: Pintado.

GOLS - Anselmo Ramon, aos 3; Alisson, aos 17; e Borja aos 31 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Marcelo de Lima Henrique (RJ).

CARTÕES AMARELOS - Darlan (Grêmio); Derlan , Denner e Anselmo Ramon (Chapecoense).

LOCAL - Arena Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.