No Sul, Fluminense busca a reabilitação contra o Grêmio

O Fluminense precisa duplamente da vitória sobre o Grêmio no confronto deste domingo, às 18h30, no estádio Olímpico, em Porto Alegre. Mesmo em território adversário, o clube tricolor carioca precisa apagar a má impressão deixada pela derrota por 3 a 0 para o América-MG e se recolocar na briga pelas primeiras colocações. Segundo, e não menos importante, sepultar de vez a polêmica em torno de Fred.

LEONARDO MAIA, Agência Estado

14 de agosto de 2011 | 08h13

O atacante, que se envolveu em caso policial com torcedores, ficou afastado de dois jogos a seu pedido e, de volta da seleção brasileira, encontra-se mais calmo e decidiu que está livre para jogar caso assim seja o desejo do técnico Abel Braga. "Estou à disposição do Abel. Alguns torcedores ficaram chateados por eu não ter jogado (contra Internacional e América-MG). Quando o time perdeu, colocaram na minha conta. Eu não estava bem, pedi a compreensão de todos. Quando eu entro em campo, dou a minha vida", justificou Fred.

Mesmo tendo treinado apenas no sábado para o encontro contra o rival tricolor gaúcho, o atacante deve mesmo retomar a posição de Rafael Moura. Abel Braga confirmou a presença de Fred entre os titulares. "O Fred vai começar o jogo. Não treinou conosco, mas treinou com a seleção brasileira. As coisas estão bem resolvidas", antecipou o técnico, que tem dois problemas para armar o time. Gum, na zaga, e Edinho, na cabeça de área, estão suspensos. Digão e Valencia entram em seus lugares.

O meia Martinuccio, contratado de forma controversa depois de ter assinado pré-contrato com o Palmeiras, vai ser relacionado para o banco de reservas e pode fazer sua estreia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.