Jonathan Silva/GEB
Jonathan Silva/GEB

No Sul, Ponte Preta ganha do Brasil-RS por 2 a 0 e confirma reação na Série B

Equipe de Campinas chega aos 14 pontos, na 11ª colocação, com vitória fora de casa

Estadão Conteúdo

09 Junho 2018 | 23h22

A Ponte Preta confirmou a sua reação no Campeonato Brasileiro da Série B ao vencer o Brasil-RS por 2 a 0, no estádio Bento Freitas, em Pelotas (RS), no fechamento da 10.ª rodada. O time paulista agora aparece com 14 pontos, sete deles conquistados nos últimos três jogos, em 11.º lugar. O gaúcho segue com 10, em 16.º, perto da zona de rebaixamento.

+ São Bento bate o líder Fortaleza e vira o único invicto da Série B do Brasileiro

+ CSA empata clássico alagoano contra o CRB e segue na vice-liderança da Série B

O primeiro tempo foi dominado pelo time gaúcho, mas quem ficou em vantagem foi o paulista. Desde o início o Brasil-RS mostrou mais volume de jogo, teve mais agressividade e criou muitas chances para marcar. Aos 16 minutos, Calyson desviou cruzamento de Éder Sciola e o goleiro Ivan rebateu embaixo. Teve outras boas chances com Itaqui, aos 24, e Luiz Eduardo, aos 36, em defesas do arqueiro.

O gol, a esta altura, parecia maduro. Tanto que em cobrança de falta, aos 38 minutos, a bola só não entrou porque a falta cobrada por Itaqui explodiu no travessão. Como quem não faz toma, a Ponte Preta abriu o placar aos 43. Murilo, que tinha entrado na vaga de André Luis, machucado, recebeu na frente da área e soltou a bomba. A bola ficou presa no cantinho da rede.

O Brasil-RS ainda teve uma chance para empatar aos 46 minutos, quando Lourency desceu pelo lado direito e cruzou para o outro lado. A bola ficaria com Éder Sciola, mas Ivan saltou para dar um tapinha nela e mandar para escanteio.

No segundo tempo, o Brasil-RS se viu obrigado a ir para o tudo ou nada. Voltou a criar chances valiosas para empatar como aos 27 minutos, quando Lourecny ameaçou cruzar, porém chutou em gol. Ivan recuou, rebateu e depois ainda defendeu em cima da linha o chute de Michel.

Outra vez, o time gaúcho passou a dar espaços para os contra-ataques paulistas. A Ponte Preta também teve chances reais para ampliar o placar. Em uma delas, aos 30 minutos, quando Junior Santos foi lançado livre, driblou o goleiro e chutou para fora. Dois minutos depois, Murilo lançou Tiago Real que chutou, mas o goleiro Marcelo Pitol fez grande defesa.

 

De tanto insistir, a Ponte Preta marcou aos 40 minutos com Paulinho. O lance começou em uma avançada pela esquerda e chute de Danilo Barcelos, que Marcelo Pitol rebateu. Murilo chutou em cima do goleiro e a bola sobrou para o complemento de Paulinho.

Os dois times voltam a campo na próxima sexta-feira pela 11.ª rodada. O Brasil-RS vai enfrentar o líder Fortaleza, na Arena Castelão, em Fortaleza, enquanto que a Ponte Preta vai pegar o CRB, em Maceió.

FICHA TÉCNICA

BRASIL-RS 0 x 2 PONTE PRETA

BRASIL-RS - Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Rafael Dumas e Willian Machado; Leandro Leite, Itaqui e Toty (Kaio); Lourency, Calyson (Welinton Júnior) e Luiz Eduardo (Michel). Técnico: Clemer.

PONTE PRETA - Ivan; Igor, Renan Fonseca, Léo Santos e Orinho (Paulinho); Nathan, André Castro (João Vitor) e Tiago Real; André Luis (Murilo), Junior Santos e Danilo Barcelos. Técnico: João Brigatti (interino).

GOLS - Murilo, aos 43 minutos do primeiro tempo; Paulinho, aos 40 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Calyson e Leandro Leite (Brasil-RS); Orinho, Tiago Real, Igor, Renan Fonseca e Danilo Barcelos (Ponte Preta).

ÁRBITRO - Rodrigo Batista Raposo (DF).

RENDA - R$ 25.850,00.

PÚBLICO - 2.741 pagantes.

LOCAL - Estádio Bento Freitas, em Pelotas (RS).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.