Alexandre Vidal/Flamengo
Alexandre Vidal/Flamengo

No último lance, Maxi López faz de pênalti e Vasco empata com o Fla no clássico

Time de Abel Braga agora volta suas atenções para a Libertadores; equipe de Alberto Valentim mantém invencibilidade em 2019

Carlos Costa, especial para o Estado, Estadão Conteúdo

09 de março de 2019 | 21h38

Em partida definida no último lance, Vasco e Flamengo ficaram no empate de 1 a 1 na noite deste sábado, no Maracanã. O clássico foi válido pela terceira rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. Arrascaeta abriu o placar aos 2 minutos da etapa complementar e, no último lance, Maxi López converteu pênalti polêmico para sacramentar a igualdade.

Com o resultado amargado em um jogo no qual foi escalado com um time misto, pois alguns titulares foram poupados para a Copa Libertadores, o Flamengo se mantém na liderança do Grupo C, com sete pontos. Com cinco, o Vasco permanece na vice-liderança do Grupo B.

O primeiro tempo já começou movimentado. Logo no primeiro minuto de jogo, Yago Pikachu se aproveitou de erro na saída de bola adversária e chutou, com desvio, na rede pelo lado de fora. Dois minutos depois, o Flamengo respondeu: Ronaldo recebeu de Arrascaeta pela direita, invadiu a grande área e chutou rasteiro para a defesa de Fernando Miguel. O goleiro cruzmaltino seria acionado também no lance seguinte, após forte finalização de fora da área do lateral-esquerdo Trauco.

Aos nove, o Vasco voltaria a incomodar. Depois de contra-ataque pela direita, Thiago Galhardo cruzou e Marrony cabeceou para fora. Após dois minutos, o goleiro César teve de trabalhar. O canhoto Danilo Barcelos cobrou falta pela direita, obrigando o arqueiro flamenguista a fazer a defesa.

O lateral-esquerdo vascaíno voltaria a protagonizar lance de perigo aos 16, quando bateu escanteio para Werley testar por cima da baliza rubro-negra. Daí em diante, a etapa inicial ficou morna, com pouco perigo de parte a parte.

Logo no começo do segundo tempo, o placar finalmente foi inaugurado. Acionado por Éverton Ribeiro na esquerda, Vitinho entrou na grande área e deu passe em profundidade para Arrascaeta. De canhota, o uruguaio bateu na saída de Fernando Miguel para fazer 1 a 0.

Depois do gol flamenguista, o Vasco buscou a reação e chegou à trave de César aos 11: em escanteio da direita, Marrony escorou no segundo pau para a chegada de Leandro Castán, que triscou na bola para carimbar o poste rubro-negro. A resposta veio no minuto seguinte. Ronaldo arrancou pela direita e bateu rasteiro para boa defesa de Fernando Miguel.

Do outro lado, César fez boa defesa após outra falta bem cobrada por Danilo Barcelos, aos 16. Depois de 20 minutos, uma chance para cada lado. Ronaldo recebeu da intermediária e bateu à direita de Fernando Miguel. Logo após, Lucas Mineiro aproveitou escanteio e cabeceou à esquerda de César.

Quatro minutos depois, Arrascaeta voltaria a levar perigo, chutando por cima da meta cruzmaltina. Aos 42, outra boa chance flamenguista com Lucas Silva, que bateu forte para boa defesa de Fernando Miguel.

Cinco minutos depois, já nos acréscimos, o Flamengo desperdiçou chance incrível com Rodinei. Bruno Henrique puxou contra-ataque pelo lado esquerdo e rolou para o lateral, que chutou rasteiro, de primeira, mas foi interceptado por Danilo Barcelos. O erro custou caro. Aos 49, Ribamar ganhou disputa pelo alto e escorou para Marrony, que foi puxado por Thuler dentro da área.

Apesar dos protestos de Abel Braga, o árbitro Wagner Magalhães do Nascimento confirmou a penalidade. Maxi López bateu no canto esquerdo de César, que chegou a tocar na bola, sem conseguir evitar o empate do Vasco. Logo após a penalidade, o juiz encerrou a partida e foi pressionado pela comissão técnica flamenguista. Nada que mudasse o desfecho da emocionante partida, decidida no último lance. Bom para o Vasco, que segue invicto em 2019.

O próximo compromisso do clube cruzmaltino é na quinta-feira, contra o Avaí, em casa, pela Copa do Brasil. Já o Flamengo recebe a LDU (EQU) na quarta, pela Libertadores. No campeonato estadual, as equipes voltam a campo no próximo fim de semana. O Vasco visita a Cabofriense, no domingo. No dia anterior, o Flamengo recebe o Volta Redonda.

FICHA TÉCNICA

VASCO 1 x 1 FLAMENGO

VASCO - Fernando Miguel; Raúl Cáceres, Werley, Leandro Castán e Danilo Barcelos; Raul (Ribamar), Lucas Mineiro e Thiago Galhardo (Bruno César); Yago Pikachu (Rossi), Maxi López e Marrony. Técnico: Alberto Valentim.

FLAMENGO - César; Rodinei, Thuler, Hugo Moura e Trauco; Piris da Motta, Ronaldo e Arrascaeta; Éverton Ribeiro (Kleber), Vitor Gabriel (Bruno Henrique) e Vitinho (Lucas Silva). Técnico: Abel Braga.

GOLS - Arrascaeta, aos 3, e Maxi López, aos 49 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Wagner do Nascimento Magalhães.

CARTÕES AMARELOS - Werley, Éverton Ribeiro, Yago Pikachu, Piris da Motta, Rodinei, Maxi López e Thuler.

CARTÃO VERMELHO - Bruno Henrique.

RENDA - R$ 1.150.768,00.

PÚBLICO - 26.809 pagantes (29.226 ao total).

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.