César Greco/Foto Arena
César Greco/Foto Arena

No Uruguai, Palmeiras começa 2016 com vitória sobre o Libertad

Allione e Moisés marcaram os gols do Alviverde no Centenário

GLAUCO DE PIERRI, O Estado de S.Paulo

20 de janeiro de 2016 | 22h09

O Palmeiras começou a temporada de 2016 dando a impressão ao seu torcedor que o elenco da equipe está mais qualificado. Nesta quarta-feira, no estádio Centenário, em Montevidéu, o time alviverde venceu o Libertad, do Paraguai, por 2 a 0, em um resultado construído no segundo tempo após a entrada de cinco jogadores que começaram no banco de reservas. Assim, se classificou para a decisão da Copa Antel, um torneio amistoso no Uruguai, e decide o título no sábado, às 22h15 (de Brasília).

Se no ano passado o técnico Marcelo Oliveira sofreu, principalmente no Campeonato Brasileiro, com a falta de algumas peças de reposição, nesta quarta-feira conseguiu mudar o panorama da partida no início da segunda etapa com alterações que deram resultado. A vitória veio após as ótimas estreias de Moisés e Erik.

O time começou o jogo com Fernando Prass; Lucas, Edu Dracena, Leandro Almeida e Zé Roberto; Matheus Sales, Arouca, Robinho, Dudu e Gabriel Jesus; Alecsandro. Com a forte marcação do Libertad, o Palmeiras não encontrou soluções para levar perigo à meta do goleiro Muñoz. O maior destaque da primeira etapa foi a atuação segura do zagueiro Edu Dracena.

Na volta do intervalo, Marcelo Oliveira não fez nenhuma mudança. O cenário foi o mesmo da primeira etapa, com um jogo arrastado, típico do começo de temporada dos grandes times. Contudo, o Libertad subiu um pouco a marcação e, apesar de não levar perigo ao gol de Fernando Prass, começava a rondar a grande área palmeirense.

As mudanças começaram aos 18 minutos, quando Erik entrou no lugar de Gabriel Jesus. Dois minutos depois, foram a campo Cristaldo e Moisés - saíram Alecsandro e Arouca. Moisés, atuando de segundo volante, deu maior proteção à dupla de zaga e Erik passou a jogar pelo lado direito do campo.

Aos 27 minutos foi a vez de Allione entrar no lugar de Robinho e, pouco depois, Thiago Santos foi a campo na vaga de Matheus Sales. Aos 34, o Palmeiras quase abriu o placar com Dudu. Ele carregou a bola desde a intermediária e da entrada da área mandou um chute forte, que explodiu no travessão.

Dois minutos depois, o Palmeiras fez o primeiro gol em 2016. Moisés limpou a saída de bola e deu ótimo passe em velocidade para Erik. O atacante que veio do Goiás entrou na área em ritmo forte, fintou seu marcador e deu assistência para Allione, que só desviou para as redes.

Depois do gol, o Libertad partiu para cima e quase empatou aos 45 minutos com um chute cruzado de Salcedo. Aos 46, falta na entrada da área para o Palmeiras. Zé Roberto levantou na medida para o estreante Moisés cabecear sem chances para o goleiro e decretar a vitória alviverde.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolamistosoPalmeirasLibertad

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.