No Valencia, Prandelli promete mudar mentalidade do time e exalta Diego Alves

Ex-treinador da seleção italiana foi apresentado nesta segunda-feira

Estadão Conteúdo

03 Outubro 2016 | 12h11

Novo técnico do Valencia, Cesare Prandelli foi apresentado como novo comandante do clube declarando que pode recolocá-lo no rumo das vitórias com uma mudança de mentalidade. A chegada do treinador se deu apenas um dia após o time perder por 2 a 0 para o Atlético de Madrid pelo Campeonato Espanhol.

"Se conseguirmos incutir uma mentalidade de equipe nos jogadores, podemos melhorar muito", disse. "Os jogadores devem sentir-se responsáveis pelo clube que representam, e os torcedores também. Isto é muito importante para a equipe. Nosso objetivo é transmitir os valores do clube para os jogadores, os valores de um clube de grande sucesso".

Prandelli, de 59 anos, que assinou um contrato até junho de 2018, é o oitavo treinador do Valencia desde que Unai Emery encerrou um período de quatro anos à frente do time em 2012. O italiano está substituindo Pako Ayestaran, que foi demitido recentemente, após o time perder os quatro primeiros jogos da temporada. Depois disso, a equipe vinha sendo dirigida interinamente pro Salvador "Voro" Gonzalez.

"Eu estou otimista, porque há uma boa base aqui, uma equipe com muita capacidade de melhoria e uma boa mentalidade", disse Prandelli. "O que eu também gosto é que o projeto Valencia é um atrativo, com a mentalidade valenciana".

A derrota pata o Atlético deixou o Valencia na zona de rebaixamento, com seis pontos somados em sete rodadas. O tradicional clube é o último a ter rompido o domínio de Real Madrid, Barcelona e Atlético para vencer o Campeonato Espanhol, em 2004.

Em sua apresentação, Prandelli, que comandou a seleção italiana entre 2010 e 2014, não economizou nos elogios ao goleiro Diego Alves, recordista de pênaltis defendidos no Campeonato Espanhol, incluindo dois no último domingo, na derrota para o Atlético de Madrid. "Não conheci um goleiro tão bom defendendo pênaltis como Diego Alves. É incrível", disse.

Prandelli terá tempo para preparar o Valencia visando o jogo de estreia. Com a pausa nas competições em razão dos compromissos das seleções nacionais, o time só voltará a jogar em 16 de outubro, fora de casa, diante do Sporting Gijón.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.