Carlos Gregório Jr./Vasco.com.br
Carlos Gregório Jr./Vasco.com.br

No Vasco, meia Evander é testado no ataque e aprova: 'Venho me adaptando bem'

Jogador ganha nova função sob o comando do técnico Jorginho

Estadão Conteúdo

09 Julho 2018 | 21h18

O meia Evander tem sido testado pelo técnico Jorginho no comando do ataque e pode ser uma opção para o Vasco, que sofre carência de jogadores no setor. O atleta, de 20 anos, quer aproveitar a oportunidade para, quem sabe, ser titular da equipe no segundo semestre.

+ Thiago Galhardo elogia Jorginho e diz que Vasco voltará forte no 2º semestre

Evander atuou na nova função na vitória por 1 a 0 em amistoso diante da Portuguesa, no CT João Havelange, em Pinheiral (RJ), no último sábado. "O professor Jorginho me deu total liberdade ali na frente. Estamos realmente sem centroavantes no nosso elenco, então estou fazendo aquele papel. Tive a oportunidade de começar jogando o amistoso e acredito que fui bem. Sobre a posição, tenho tido liberdade para me movimentar e venho me adaptando bem", afirmou o meia, em entrevista coletiva nesta segunda-feira.

Formado nas categorias de base do clube cruzmaltino, o jogador tem entrado no segundo tempo em algumas partidas do Campeonato Brasileiro. Mas sempre no meio de campo ou aberto, nunca no miolo do ataque, como camisa 9. "As dificuldades existem em todas as posições, mas tentamos fazer o máximo para minimizá-las. É claro que jogar de costas entre os zagueiros não é a minha, mas o professor tem me passado confiança e me deixado à vontade dentro de campo. Pede para eu me movimentar e poder pegar a bola de frente", destacou.

O atleta vive a expectativa de ser aproveitado na nova posição contra o Bahia, na próxima segunda-feira, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Na ida, em Salvador, derrota por 3 a 0. Missão difícil para o Vasco avançar às quartas. Mas Evander mostra confiança.

"Já vimos muita coisa acontecer no futebol, principalmente aqui no Vasco. Não é impossível reverter esse placar, mas precisamos ter calma e entrar concentrados. As oportunidades que aparecerem, nós temos que aproveitar, não podemos desperdiçar. Quanto mais cedo sair o primeiro gol, mais chances teremos de atingir o nosso objetivo. Temos que dar um passo de cada vez", avaliou o meia.

 

 

Mais conteúdo sobre:
futebol Vasco Evander

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.