No Vasco, Renato Gaúcho sai em defesa do meia Morais

O técnico do Vasco, Renato Gaúcho, saiu em defesa do meia Morais, que foi vaiado pela torcida ao ser substituído na partida desta quarta-feira, contra o Fast, pela Copa do Brasil. ?Tenho total confiança nos meus atletas e o Morais sabe disso. É um jogador com potencial e vai dar a volta por cima?, disse o treinador. Quando Morais saiu, o time jogava mal e vencia apenas por 1 a 0. Com a entrada de Renato e também de Marcelinho, no lugar do lateral Diego, o Vasco melhorou muito em campo e chegou com facilidade à goleada por 6 a 0. Renato, no entanto, não quis falar se Morais corre o risco de ir para a reserva. Ele diz não ter pressa na definição da equipe, que só volta a campo daqui a 10 dias, no domingo, 11 de março, contra o Madureira, em São Januário, pela primeira rodada da Taça Rio (segundo turno do Estadual do Rio).Nesta quinta, o elenco treinou normalmente, à exceção de Romário, que contra o Fast jogou os 90 minutos de uma partida pela primeira vez neste ano, desde que voltou ao Vasco. O jogador, que ficou mais perto do milésimo gol com os dois na goleada - agora só faltam oito, por suas próprias contas -, foi liberado por Renato Gaúcho da atividade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.