Ricardo Duarte/ SC Internacional
Ricardo Duarte/ SC Internacional

Nonato diz que expulsão de Heitor atrapalhou, mas exalta raça do Internacional

Tropeço em casa atrapalhou pretensões da equipe colorada de abrir vantagem na liderança

Redação, Estadão Conteúdo

08 de novembro de 2020 | 19h47

O empate contra o Coritiba por 2 a 2, neste domingo, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, não estava nos planos do Internacional na briga pelas primeiras colocações do Campeonato Brasileiro e por isso foi lamentado pelo volante Nonato, que entrou no decorrer do jogo e marcou o segundo gol colorado.

"A gente fica triste. Nosso objetivo era sair com a vitória, mas infelizmente fomos prejudicados pela expulsão. Eu de longe achei que não foi intenção do Heitor pisar, mas isso cabe à arbitragem", disse Nonato, se referindo à expulsão do lateral-direito colorado no início do segundo tempo.

Mesmo com um a menos, o Internacional chegou a ficar na frente do placar com o gol de Nonato e criou outras boas oportunidades, mas sofreu o empate através de Sabino. A entrega dos jogadores foi destacada pelo volante. "A gente batalhou, nós criamos chances para sair com a vitória mesmo com um homem a menos. Fomos guerreiros e temos mais 18 finais para sairmos com o título", afirmou Nonato.

Agora, o Internacional volta as suas atenções para a Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, o time faz o jogo de ida das quartas de final contra o América-MG, de novo no estádio Beira-Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.