Norte-americanos ensinam brasileiros a identificar materiais nucleares

Policiais irão fazer um curso de Gerenciamento de Controle de Fronteiras em Brasília

Almir Leite, O Estado de S. Paulo

23 de fevereiro de 2013 | 21h42

SÃO PAULO - Durante dez dias, a partir desta segunda-feira, 24 policiais federais e estaduais e servidores da Receita Federal e de outros órgãos irão fazer, em Brasília, um curso de Gerenciamento de Controle de Fronteiras. As instruções sobre o combate ao terrorismo serão dadas por representantes da embaixada dos Estados Unidos.

A troca de experiência e o aprendizado de novas técnicas com especialistas estrangeiros faz parte do plano de segurança desenvolvido para a Copa do Mundo. No curso, os brasileiros aprenderão a identificar explosivos, materiais químicos, biológicos, radioativos e nucleares.

Também nesta segunda, 360 agentes que ocuparão posições estratégicas na Copa do Mundo e, antes, na Copa das Confederações, farão um curso para coordenar, administrar e analisar cenários de segurança pública. Serão 12 turmas, com aulas no Rio e em Brasília.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.