Nos pênaltis, Grêmio bate Ypiranga e avança no Gaúcho

O Grêmio voltou a decepcionar neste domingo. Vindo de uma derrota para o Oriente Petrolero no meio de semana, o time de Renato Gaúcho precisou da decisão por pênaltis para eliminar o Ypiranga e avançar às semifinais do segundo turno do estadual. No tempo normal, empate em 1 a 1 em Erechim.

AE, Agência Estado

17 de abril de 2011 | 18h38

Na próxima fase, o Grêmio vai encarar o Cruzeiro, equipe que eliminou o Internacional nas quartas de final do primeiro turno. O jogo será no próximo final de semana, em data ainda a ser confirmada pela Federação Gaúcha.

Voltando ao time depois de ficar de fora do jogo da Bolívia por conta de uma gripe, Douglas foi o autor do primeiro gol. Aos 23 minutos, o meia recebeu de Rodolfo, bateu de muito longe de esquerda e acertou o ângulo de Luiz Carlos.

Na segunda etapa, aos 17, o mesmo Douglas deu bobeira no meio campo e foi desarmado. No contra-ataque, Geovane recebeu na entrada da área, bateu forte de esquerda e empatou o jogo.

Logo em seguida, Renato Gaúcho surpreendeu na alteração. Tirou Douglas e Leandro, melhores jogadores em campo, e colocou Carlos Alberto e Lins. Nem o status de ídolo impediu que o treinador ouvisse duros gritos de ''burro'' vindos da arquibancada.

Com o empate em 1 a 1 , o jogo foi para os pênaltis. Borges e Cleiton converteram as primeira cobranças. Lúcio permitiu a defesa de Luiz Carlos, Saulo acertou a trave e manteve tudo igual. Carlos Alberto fez 2 a 1 e Victor salvou o Grêmio ao defender a batida de Branco. Depois, Gabriel converteu o dele e definiu a vitória.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGrêmioCampeonato Gaúcho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.