Felipe Rau/Estadão<br>
Felipe Rau/Estadão

'Nossa margem de erro é mínima', avisa Alvaro Pereira antes de jogo

Lateral relembra de tropeço diante da Chapecoense no primeiro turno e pede atenção redobrada para o duelo desta quarta-feira

RAPHAEL RAMOS, O Estado de S. Paulo

21 de outubro de 2014 | 12h29

Restando nove rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro e com o São Paulo sete pontos atrás do líder Cruzeiro (59 a 52), o lateral-esquerdo Alvaro Pereira diz que o time tricolor não tem mais margem de erro na competição. O uruguaio pede atenção redobrada da equipe na partida desta quarta-feira contra a Chapecoense, na Arena Condá. No primeiro turno, o São Paulo foi surpreendido pelos catarinenses e perdeu por 1 a 0 no Morumbi.

"Em casa a nossa ideia era não perder pontos. Agora, nossa margem de erro é mínima", disse o uruguaio, nesta terça-feira, em entrevista coletiva. "Sabemos das dificuldades que teremos. A Chapecoense vem fazendo boas partidas e também é um bom mandante. Aqui no Morumbi, fizeram um jogo inteligente e saíram com a vitória."

A Chapecoense está no 15º lugar e briga contra o rebaixamento, mas, curiosamente, costuma fazer bons jogos quando enfrenta times que estão na parte de cima da tabela. Na semana retrasada, por exemplo, goleou o Internacional por 5 a 0. "A Chapecoense fez grandes jogos. Sabemos da capacidade da Chapecoense, mas temos de assumir o jogo e conseguir um bom resultado", disse Alvaro Pereira.

Apesar de o São Paulo não depender mais de suas próprias forças para ser campeão, Alvaro Pereira está confiante e não joga a tolha. "Eu acredito. Não jogo para cumprir tabela, jogo para ser campeão. Time grande tem de ter essa mentalidade. Vamos continuar brigando", disse.

O São Paulo deve enfrentar a Chapecoense nesta quarta com a seguinte formação: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rafael Toloi, Edson Silva e Alvaro Pereira; Denilson, Souza, Paulo Henrique Ganso e Kaká; Osvaldo (Maicon) e Alan Kardec.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.