Nova Zelândia exalta atuação da seleção espanhola

"Perdemos para a melhor seleção do mundo". Esse foi o diagnóstico do capitão da Nova Zelândia, Tim Brown, após a derrota por 5 a 0 para a Espanha, neste domingo, em Rustenburg, no jogo de estreia da Copa das Confederações. Apesar da decepção, os neozelandeses admitiram que pouco puderam fazer diante da força da equipe espanhola.

AE-AP, Agencia Estado

14 de junho de 2009 | 19h45

"Ninguém ficou surpreso com o que aconteceu no jogo. A Espanha é favorita para ganhar o torneio", afirmou o técnico da seleção da Nova Zelândia, Riki Herbert. Ele, no entanto, tenta manter o otimismo, sonhando com uma improvável classificação para as semifinais. "Ainda temos dois jogos pela frente."

Em 82º lugar no ranking da Fifa, que é liderado justamente pela Espanha, a Nova Zelândia volta a jogar na quarta-feira, com a anfitriã África do Sul, novamente em Rustenburg. E encerra sua participação na primeira fase da Copa das Confederações no sábado, contra o Iraque, em Johannesburgo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.