Ivan Storti / Santos FC
Ivan Storti / Santos FC

Novamente em perigo no Paulistão, Santos faz jogo decisivo com a Ferroviária

Vitória na Fonte Luminosa, nesta quarta-feira, garante o time na primeira divisão do Estadual

Felipe Rosa Mendes, O Estado de S.Paulo

16 de março de 2022 | 05h00

O Santos de 2022 parece tentar repetir o de 2021. Como aconteceu na temporada passada, a equipe da Vila Belmiro abusa da irregularidade em campo, mudou de treinador durante o Paulistão e agora revive o risco de rebaixamento. O susto poderá ficar novamente para trás nesta quarta-feira, às 19 horas, no confronto atrasado com a Ferroviária. Uma vitória elimina o fantasma da queda e mantém a equipe com chances de alcançar as quartas de final.

O confronto na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara (SP), estava marcado inicialmente para o dia 5. Mas uma forte chuva de granizo causou um blecaute no local, impedindo o que seria a estreia do técnico Fábian Bustos no comando santista. Os 90 minutos do confronto serão disputados nesta quarta, pela 10ª rodada.

Será uma nova chance para o Santos se recuperar no Grupo D. Com um jogo a menos, está em terceiro lugar, com 10 pontos, atrás do líder Red Bull Bragantino (19), já classificado, e do Santo André (12). Se vencer, o time santista sobe para o segundo lugar, dentro da zona de classificação para as quartas, e aí só dependerá de si mesmo para confirmar a vaga na rodada final, contra o Água Santa, no sábado.

Por essa razão, os jogadores do Santos encaram o duelo desta quarta como uma "final". "Com certeza é uma final amanhã. Sabemos da importância desse jogo, que pode acabar com qualquer chance de rebaixamento e ainda colocar a gente na zona de classificação. A gente se colocou nessa situação, então temos que ter a responsabilidade de tirar o Santos desse lugar. Vai ser uma final e vamos com tudo buscar essa vitória", diz o zagueiro Kaiky.

Se antes estrearia no dia 5, Bustos "ganhou" dois jogos de experiência no comando do Santos antes do duelo com a Ferroviária. Empatou e eliminou o Fluminense-PI, na Copa do Brasil, e perdeu para o Palmeiras em clássico do Paulistão.

Ainda tentando organizar o time, o treinador argentino não vai poder repetir a escalação do fim de semana nesta quarta. O zagueiro Emiliano Velázquez foi expulso no clássico e será baixa certa, afetando dois setores do time de uma só vez. Isso porque Bustos vai precisar devolver Kaiky para a zaga, formando dupla com Eduardo Bauermann. No fim de semana, o zagueiro Kaiky foi testado pela primeira vez como volante.

O meio-campo, portanto, terá outra formação nesta quarta, com Sandry, Vinicius Zanocelo e Ricardo Goulart. Se mantiver Kaiky neste setor, Luiz Felipe formaria dupla com Bauermann na defesa. No setor ofensivo, Bustos pode manter o jovem meia-atacante Lucas Barbosa entre os titulares, após boa apresentação no clássico.

FERROVIÁRIA SOB PRESSÃO

O time de Araraquara também entrará em campo preocupado com o risco de rebaixamento, apesar de ter chances de classificação no Grupo B - é a terceira colocada, com dez pontos. Com três derrotas seguidas e apenas uma vitória nos últimos nove jogos, a Ferroviária precisa ganhar para não chegar na última rodada com chances de queda.

Na tabela geral do Paulistão, Ferroviária e Santos estão empatados na pontuação e também nos critérios de desempate. São os únicos que podem ser alcançados pela Ponte Preta, penúltima colocada, com oito pontos.

"Temos dois jogos pra fazer e precisamos somar três pontos. Não podemos perder mais pontos, estamos conscientes disso e eu assumo a responsabilidade, assim como nos momentos bons, como quando fiquei quase cinco meses sem perder. Agora, o momento não é bom, mas continuo trabalhando, ajustando e fazendo o melhor para vencermos as partidas que temos", afirma o técnico Elano.

Elano é um velho conhecido da torcida santista. Hoje treinador da Ferroviária, o ex-meia tem mais de 300 jogos pelo clube e conquistou títulos importantes, como o bicampeonato do Brasileirão (2002 e 2004) e a Copa Libertadores (2011).

Para o confronto desta quarta-feira, Elano deve manter a formação que iniciou na derrota para o Guarani, por 2 a 1, em Campinas, no último final de semana. O meia Gegê continua de fora se recuperando de um desconforto muscular.

FICHA TÉCNICA:

FERROVIÁRIA x SANTOS

FERROVIÁRIA - Saulo; Bernardo, Bruno Leonardo, Didi e João Lucas; Guilherme Nunes, Uillian Correia e Thomaz; Hygor, Orejuela e Bruno Mezenga. Técnico: Elano.

SANTOS - João Paulo; Auro, Kaiky, Eduardo Bauermann e Lucas Pires; Sandry, Vinicius Zanocelo e Ricardo Goulart; Lucas Barbosa, Marcos Leonardo (Camacho ou Luiz Felipe) e Ângelo. Técnico: Fabian Bustos.

ÁRBITRO - Luiz Flavio de Oliveira.

HORÁRIO - 19 horas.

LOCAL - Arena Fonte Luminosa, em Araraquara (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.