Divulgação
Divulgação

Emprestado, Piazon lamenta falta de espaço no Chelsea

Brasileiro já rodou por Málaga, Vitesse e agora vai para o Reading

Estadão Conteúdo

02 de setembro de 2015 | 13h20

O jovem Lucas Piazon nutriu o sonho de atuar em um dos maiores clubes do mundo quando chegou ao Chelsea em 2011, ainda aos 17 anos. Nos últimos quatro anos, no entanto, viu a esperança ruir. Sem espaço, foi emprestado quatro vezes, sendo a última, agora, para o Reading, da segunda divisão da Inglaterra. A nova transferência deixou o meia mais uma vez chateado.

"A razão pela qual eu cheguei à Inglaterra aos 17 era atuar pelo Chelsea. Todos os jogadores em empréstimo, todos nós queremos jogar pelo Chelsea", declarou em entrevista ao jornal Daily Mail. "Nós também queremos jogar nas maiores ligas do mundo e competir bem. Se não for possível, terei que continuar e encontrar a melhor solução para minha carreira."

Aos 21 anos, Piazon já rodou por Málaga, Vitesse e Eintracht Frankfurt desde que chegou à Europa. Ele é apenas um dos 33 atletas vinculados ao Chelsea que estão emprestados a outros clubes. Mesmo assim, mantém a esperança de ganhar uma chance ao lado de nomes como Hazard, Willian, Diego Costa, entre outros.

"É importante que eu tenha uma boa temporada. Tenho que fazer um bom trabalho, marcar gols e mostrar o que posso fazer. Para mim é bom estar no Reading, perto do Chelsea e no futebol inglês", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.