Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Novatos são aprovados por Mano e podem ganhar espaço no Corinthians

Após estreia diante do Atlético-PR, Ferrugem e garoto Guilherme Arana são elogiados pelo treinador

O Estado de S.Paulo

15 de maio de 2014 | 07h30

CURITIBA - Após deixar sete jogadores em São Paulo e usar um time misto no amistoso com o Atlético-PR, realizado quarta-feira na Arena da Baixada, o técnico Mano Menezes aprovou a atuação do Corinthians e pode utilizar os jogadores aprovados no teste em Curitiba nas próximas rodadas do Campeonato Brasileiro até a paralisação da competição para a Copa do Mundo. São os casos de Ferrugem e do garoto Guilherme Arana, que fizeram no Paraná as suas estreias na equipe. Já Guilherme Andrade entrou em campo após mais de um ano, depois de se recuperar de grave lesão de joelho.

“Para nós foi muito importante. Tudo que um treinador quer é ganhar jogadores. Não tive a oportunidade de ver alguns participando como participaram desta partida. Demoramos para encaixar porque tivemos muitas alterações, mas, depois do posicionamento ideal, a capacidade técnica cresceu e fizemos um bom jogo. A vitória trouxe confiança e um saldo positivo”, disse Mano.

Outro que deixou boa impressão foi o meia Renato Augusto, autor do gol da virada aos nove minutos do segundo tempo. Após um longo período entregue ao departamento médico, o jogador retornou à equipe no último domingo, quando atuou os minutos finais do clássico com o São Paulo. Diante do Atlético-PR, Renato Augusto foi titular e mostrou desenvoltura.

A partida marcou também a reestreia de Elias no Alvinegro – o volante só poderá atuar em jogos oficiais após a reabertura da janela internacional de transferências, depois da Copa do Mundo. “O Elias nós conhecemos, sabemos o quanto ele pode render. Fez muito bem a função dele e acrescenta muito para o setor. Os dois próximos dias dele serão de dores, mas é para pagar um pouquinho pelo tempo sem jogar”, brincou Mano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.