Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Novatos têm preferência no Marília

O técnico do Marília, Luiz Carlos Martins, vai aproveitar os dois jogos que ainda vai fazer na fase semifinal do Campeonato Brasileiro da Série B (contra Náutico e Bahia) para realizar experiências, já avaliando quem vai ficar e quem vai sair no final do ano. Com isso, os jovens terão a preferência.Para o lugar do lateral Bruno, suspenso com três cartões amarelos, Martins já adiantou a escalação de Jorginho, que foi contratado para ser o titular, mas não correspondeu durante o ano. Outro que retorna à equipe é o atacante Ricardinho, conhecido na cidade como "Rei do Drible". Ele joga no lugar de Nei Bala, que vai para o banco de reservas. O jovem atacante teve seu auge na Série B do ano passado. Depois de uma passagem frustrada pelo Atlético-PR e uma lesão grave, já na volta ao Marília, reaparece como titular.Mas a maior surpresa nos treinamentos foi a escolha de Martins por dois jogadores que foram seus comandados no Mirassol, no Campeonato Paulista da Série A-3 deste ano. Na ala-esquerda, Adílson Rodrigues ganhou mais uma vez a vaga de Dickson entre os titulares. Já no meio de campo, Fabiano Souza fica no banco de reservas e cede sua vaga à Xuxa.Outra novidade no clube ficou por conta do anúncio feito pelo zagueiro e capitão Wladimir. Aos 35 anos, o jogador manifestou o interesse de encerrar a carreira no final de 2005. Ele é o único remanescente da equipe campeã da Série A-2 do Campeonato Paulista, em 2002, e tem o respeito de todos os funcionários do clube. No próximo sábado, contra o Náutico, pela penúltima rodada da fase semifinal do Brasileiro da Série B, o jogador completa 100 jogos com a camisa do time alviceleste.O Marília ocupa a última colocação do Grupo B desta fase, com apenas um ponto ganho, e já não tem chance de se classificar ao quadrangular final. Bahia e Avaí dividem a liderança, com nove pontos cada. O Náutico, com quatro pontos, é o terceiro.

Agencia Estado,

21 de outubro de 2004 | 17h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.