Ricardo Duarte/Inter
Ricardo Duarte/Inter

Novo diretor executivo de futebol do Inter, Paulo Bracks promete valorizar a base

Dirigente foi contratado por causa do trabalho que fez para montar o elenco do América Mineiro

Redação, Estadão Conteúdo

05 de janeiro de 2021 | 22h50

O sucesso do América-MG na Copa do Brasil e na Série B do Brasileiro fez o Internacional contratar Paulo Bracks, responsável pela montagem do elenco do clube mineiro. O novo diretor executivo de futebol do time colorado foi apresentado neste terça-feira e prometeu valorizar os jovens das categorias de base da equipe.

"O projeto que foi apresentado, que passa pela valorização da base, me seduz bastante por conta da formação que eu tenho de base e por aquilo que acredito dentro do futebol de poder trabalhar com atletas jovens", comemorou Bracks. "Justamente o que vinha fazendo nos últimos dois anos no América-MG. Fazer isso aqui, com muito mais ferramentas do que eu tinha antes, consigo potencializar isso."

O Internacional costuma disputar forte as competições de juniores e juvenis graças à sua ótima divisão de base. Bracks chega para investir ainda mais nos jovens talentos gaúchos.

"A base é um dos pilares que teremos no clube a partir de 2021. Uma das metas da presidência como plano de gestão é ter 40% de atletas formados no clube dentro do grupo principal em um prazo de até dois anos", revelou Bracks. "E nós vamos cumprir. Mas não apenas figurar, queremos que o atleta performe", enfatizou.

São Paulo, líder do Brasileirão, e Palmeiras e Santos, semifinalistas da Libertadores, vêm se destacando justamente pelo alto número de jovens no time titular. Voltar a ter pratas da casa se destacando com a camisa colorada será uma das grandes missões de Bracks no Inter.

Isso não significa, porém, que o clube deixará de buscar reforços de peso no mercado. "Se de um lado temos o pilar da base, do outro temos o da ciência de dados, dos scouts, do CAPA (Centro de Análise e Prospecção de Atletas), que temos aqui no Inter e é uma referência", disse. "Já me debrucei sobre essas ferramentas, ontem tivemos uma reunião de cinco horas. Isso vai nos permitir ir ao mercado com muita assertividade e pontualidade", ponderou. "Por vezes, um atleta sem um investimento muito alto, mas que vai encaixar no nosso modelo de jogo."

Bracks aproveitou para anunciar que Julinho Camargo, ex-técnico das equipes de base, agora será diretor de transição de atletas para o time profissional e seu braço direito.

"Ele não vai estar dentro de campo treinando, vai estar auxiliando na transição e prospecção de jogadores dentro do próprio clube, os encaixando na metodologia que vamos desenvolver dentro do futebol como um gerente de transição. É um profissional com muito conhecimento sobre o Internacional e o futebol gaúcho."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.