Novo estádio do Liverpool custará mais de R$ 1,45 bilhão

Obras devem ficar concluídas em agosto de 2011; campo terá capacidade para até 71 mil torcedores

Efe,

25 de janeiro de 2008 | 12h31

Os proprietários do Liverpool, os norte-americanos George Gillett Jr. e Tom Hicks, anunciaram nesta sexta-feira, um dia após terem obtido financiamento necessário para manter o clube inglês sob seu poder, que o novo estádio dos Reds terá capacidade para 71 mil pessoas e custará 562 milhões de euros (mais de R$ 1,45 bilhão). Optou-se por um design "prático, cômodo e mais barato" para o estádio, já que a planta anterior, elegante e vanguardista, foi deixada para trás devido a seu custo elevado, disseram os proprietários. O Estádio de Anfield, com 115 anos de história, será substituído em agosto de 2011. O anúncio da construção do estádio foi feito depois da divulgação de relatórios da British Broadcasting Corp que apontavam que os proprietários do Liverpool conseguiram refinanciamento de 470 milhões de euros (R$ 1,2 bilhão) para devolverem o empréstimo inicial de 333 milhões de euros (R$ 865 milhões) por meio do qual adquiriram o clube.

Tudo o que sabemos sobre:
LiverpoolCampeonato Inglês

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.