Estadão
Estadão

Novo gramado sintético do Palmeiras ficará pronto nesta quarta-feira

Com jornada de trabalho na madrugada, obra terminará antes do previsto e possibilita a time estrear no local no dia 16

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

04 de fevereiro de 2020 | 23h13

O novo gramado sintético do Palmeiras já tem data para ficar pronto. A obra de instalação no Allianz Parque vai terminar nesta quarta-feira. Após cerca de três semanas de trabalho na arena, os funcionários responsáveis pela obra vão virar a madrugada para acelerar a fase final das atividades e concluir toda a operação. Com isso, a estreia do time no local está praticamente garantida para 16 de fevereiro, contra o Mirassol, pelo Campeonato Paulista.

Para conseguir terminar a instalação nesta quarta-feira, os funcionários da empresa responsável pelo serviço, a Soccer Grass, tiveram a autorização dos gestores do Allianz para continuar o trabalho na madrugada desta terça para quarta-feira. A administração do estádio considerou válido o esforço de fazer um turno especial, na madrugada, mesmo com gastos extras com iluminação e de funcionários.

A fase final da instalação do gramado é a colocação dos preenchimentos entre as fibras da grama sintética. Um material importado da Itália chamado TPE (elastômero termoplástico) será depositado no campo. A função dele é auxiliar no amortecimento, na proteção do campo e melhorar o conforto térmico. Em todo o campo será colocado cerca de 50 toneladas do material.  

Apesar das fortes chuvas dos últimos dias em São Paulo, o sistema de drenagem funcionou bem e a terça-feira de tempo seco contribuiu para o avanço dos trabalhos. A conclusão da obra permite ao Palmeiras jogar a primeira partida na grama sintética no dia 16, contra o Mirassol. Também já está marcada para o fim deste mês a vinda de um laboratório escocês credenciado pela Fifa para vistoriar e certificar a qualidade do piso.

Inicialmente, o Allianz Parque e o Palmeiras previam que só seria possível jogar no local no dia 20, contra o Guarani. Inclusive, no contrato para a obra do gramado estava previsto que o time poderia ficar as três primeiras partidas do ano fora do seu estádio. Até agora, a equipe atuou como mandante em duas ocasiões: contra o São Paulo, em Araraquara, e diante do Oeste, no Pacaembu.

Depois da entrega do gramado sintético, o local terá como primeiro evento do ano um festival religioso chamado The Send, marcado para o próximo sábado. Logo depois o piso receberá novamente os cuidados para ser preparado para receber pela primeira vez o jogo do Palmeiras.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.