Novo Maracanã recebe o seu primeiro clássico Fla-Flu

O Fluminense é o atual campeão brasileiro, enquanto o Flamengo vive um ano de reestruturação institucional que se reflete dentro de campo. No entanto, o histórico clássico Fla-Flu às 16 horas deste domingo, o primeiro no Maracanã reformado, encontra os rivais em igualdade de condições. A partida, válida pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, vale mais do que os três pontos habituais.

LEONARDO MAIA, Agência Estado

11 de agosto de 2013 | 07h53

Como ambos estão com os mesmos 14 pontos, quem vencer subirá um pouco na tabela e poderá sonhar com uma aproximação aos primeiros colocados. E quem for derrotado, irá ficar perto da zona de rebaixamento e ser lançado em uma semana de questionamentos.

O duelo traz ainda algumas subtramas interessantes. Será a primeira vez que Vanderlei Luxemburgo enfrentará o Flamengo, seu clube de coração, com a camisa de um grande rival. Também será o reencontro do atacante Fred com o desafeto Mano Menezes, que o excluiu de suas convocações quando comandava a seleção brasileira. Os dois, porém, tentaram minimizar os fatos.

"Não tem nada pessoal. Tem a questão profissional. Este é um clássico de rivalidade adormecida devido ao Flamengo e Vasco. E queremos reviver isso. Será importante vencer para crescermos na tabela, mas na verdade não decide nada", discursou Luxemburgo.

"Vai ser tudo normal. Meu duelo será contra os zagueiros, volantes e laterais do Flamengo. Vamos brigar pelos espaços, eu para fazer gols e eles para defenderem, mas não tem nada de especial", disse Fred, grande esperança do Fluminense.

No Flamengo, Mano Menezes está mais preocupado com a formação de seu time. Depois de dois bons jogos, ele terá de mexer na escalação por causa da suspensão do volante Cáceres. A vaga em aberto pode ser ocupada por Diego Silva ou Carlos Eduardo, mas, num clássico, o mais provável é a manutenção do esquema com três marcadores no meio-de-campo, o que dá vantagem para o primeiro.

"Ainda tenho algumas avaliações a fazer. Ou faço uma mexida mais tradicional ou mexo na estrutura do meio-de-campo", disse Mano Menezes, que pode lançar mão de dois reforços no clássico. O lateral-esquerdo André Santos fará sua estreia se a situação de jogo permitir - ele perdeu quatro rodadas desde sua chegada ao clube, por estar fora de forma. E o zagueiro Chicão também deve ficar no banco.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFlamengoFluminense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.