Marcos de Paula/Estadão
Marcos de Paula/Estadão

Novo Maracanã terá neste domingo o seu primeiro Fla-Flu

Rivais precisam da vitória no clássico para não ficar muito próximos da zona de rebaixamento

LEONARDO MAIA, O Estado de S. Paulo

11 de agosto de 2013 | 08h00

RIO - O Fluminense é o atual campeão brasileiro e o Flamengo vive um ano de reestruturação institucional que se reflete dentro de campo. No entanto, o histórico clássico Fla-Flu de hoje, às 16h, o primeiro no Maracanã reconstruído, encontra os rivais em igualdade de condições. A partida, pela 13.ª rodada do Campeonato Brasileiro, vale mais do que os três pontos habituais.

As duas equipes estão com 14 pontos e quem vencer subirá um pouco na classificação e poderá sonhar com uma aproximação dos líderes. Quem for derrotado, por outro lado, verá se aproximar a zona de rebaixamento e será condenado a uma semana de questionamentos.

O encontro entre os gigantes cariocas terá ainda algumas subtramas interessantes. Será a primeira vez que Vanderlei Luxemburgo enfrentará o Flamengo, seu clube de coração, no comando de um grande rival. Também será o reencontro de Fred com o desafeto Mano Menezes, que o excluiu de suas convocações quando comandava a seleção brasileira. Luxemburgo e Fred, entretanto, tentaram minimizar os fatos.

“Não tem nada pessoal. Tem a questão profissional. Este é um clássico de rivalidade adormecida devido ao Flamengo e Vasco, e queremos reviver isso. Será importante vencer para crescermos na tabela, mas, na verdade, não decide nada”, discursou Luxemburgo.

“Vai ser tudo normal. O meu duelo será contra os zagueiros, os volantes e os laterais do Flamengo. Vamos brigar pelos espaços, eu para fazer gols e eles para defender, mas não tem nada de especial”, afirmou o artilheiro tricolor.

MUDANÇA

No Rubro-negro, Mano está mais preocupado com a formação de sua equipe do que com Fred. Após dois bons jogos, ele terá de mexer na escalação por causa da suspensão do volante Cáceres. A vaga em aberto pode ser ocupada por Diego Silva ou Carlos Eduardo, mas, em um clássico, o mais provável é a manutenção do esquema com três marcadores no meio de campo.

“Ainda tenho algumas avaliações a fazer. Ou faço uma mexida mais tradicional ou mexo na estrutura do meio de campo”, disse Mano, que terá dois novos contratados no banco de reservas. O lateral-esquerdo André Santos será utilizado se a situação de jogo permitir. Ele perdeu quatro rodadas desde sua chegada por estar fora de forma. Mano acredita que a hora chegou.

“O André apresenta condições de ser utilizado. Conversei com ele, vi que está bem”, disse o técnico rubro-negro.

O zagueiro Chicão, contratado nesta semana, foi regularizado na sexta-feira e também vai ficar no banco de reservas no clássico de hoje.

FLUMINENSE X FLAMENGO

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Igor Julião, Digão, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Jean, Felipe e Eduardo; Rafael Sóbis e Fred. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

FLAMENGO  - Felipe; Leonardo Moura, Wallace, González e João Paul; Diego Silva, Luiz Antônio, Elias e Gabriel; Nixon e Hernane. Técnico: Mano Menezes.

ÁRBITRO - Luiz Flavio de Oliveira (SP).

HORÁRIO - 16h (TV - Pay-per-view)

LOCAL - Maracanã, no Rio (RJ).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFlamengoFluminense

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.