Daniel Augusto JHr/Agência Corinthians
Daniel Augusto JHr/Agência Corinthians

Novo preparador diz que Corinthians manterá entre 70 e 80% dos jogadores

Elenco deve ser mantido para a próxima temporada

O Estado de S.Paulo

24 de dezembro de 2016 | 07h01

O novo preparador físico do Corinthians, Walmir Cruz, assegura que o elenco terá poucas mudanças para a próxima temporada. Segundo ele, a tendência é que pelo menos 70% dos jogadores serão mantidos para 2017.

“O grupo do Corinthians vai permanecer entre 70 a 80% dos atletas, vamos tirar informações com fisiologistas, fora aqueles que vão chegar, procuraremos individualizar ao máximo, teremos pouco tempo, a reapresentação será dia 11 e teremos a viagem dia 15 para a Flórida”, disse, em entrevista à Rádio Globo.

Walmir volta ao clube onde trabalhou em 2009 e 2010 e vê semelhanças nos momentos vividos em sua primeira passagem e agora. "Uma coisa que a gente utiliza muito hoje é o trabalho integrado. Conseguimos fazer no treino o que acontece no jogo, a compactação, as linhas, a maneira de marcar, então a gente desenvolve qualidades para os atletas por posição”, explicou.

O preparador físico, que dentre outros, trabalhou com Ronaldo Fenômeno no clube, reencontra Carille e o meia Danilo, remanescentes do time. Sobre o novo treinador do Corinthians, o auxiliar é só elogios.

"Fabio é um profissional capacitado, que estuda bastante, muito interessado e inteligente e tem um comando muito bom. Ele tem a falta de experiência de um treinador jovem, mas hoje os três grandes de São Paulo estão com técnicos mais jovens. Necessitamos que dirigentes e torcida deem tempo para eles desenvolverem suas qualidades", pediu. 

Além de Walmir, o Corinthians também anunciou a contratação de Leandro Silva como auxiliar técnico. Em relação a reforços, o clube negocia com o Coritiba a contratação do atacante turco Kazim. 

 

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.