Telenews/EFE
Telenews/EFE

Novo reforço da Roma, Pastore é festejado na chegada à Itália

Clube desembolsará 25 milhões de euros para comprar o jogador que defendia o Paris Saint-Germain, da França

Estadão Conteúdo

25 Junho 2018 | 18h54

O meia argentino Javier Pastore desembarcou na Itália nesta segunda-feira para assinar contrato de quatro anos com a Roma. Ele, que defendeu o Paris Saint-Germain, da França, na última temporada, foi muito festejado pelos torcedores em sua chegada à capital italiana.

+ Roma renova contrato do técnico Eusebio Di Francesco até junho de 2020

+ Roma anuncia a contratação por empréstimo do volante Cristante

+ Roma anuncia contratação de revelação croata: 'Jovem talento do futebol europeu'

As imagens publicadas nas redes sociais da Roma mostram centenas de torcedores recebendo Pastore no aeroporto de Ciampino. Vestido com um cachecol do seu futuro novo clube, o jogador retribuiu o carinho dando autógrafos e tirando fotos com os fãs. "Como foi dito, todos os caminhos levam a Roma", disse Pastore em seu página no Facebook.

De acordo com a emissora italiana Sky Sports, o clube italiano desembolsará 25 milhões de euros (cerca de R$ 105 milhões) para acertar a compra do jogador, que receberá um salário anual de 4 milhões de euros (R$ 17 milhões).

Pastore voltará ao futebol italiano depois de sete anos. Antes de se transferir ao PSG, ele atuou pelo Palermo entre 2009 e 2011. O argentino foi comprado pelo clube de Paris por 42 milhões de euros (R$ 186 milhões na cotação atual), a contratação mais cara do futebol mundial na época.

Sem muito espaço no estrelado time francês após as chegadas de Neymar e Mbappé, Pastore foi reserva na maioria das partidas na última temporada. Foram 37 jogos, cinco gols e seis assistências pelo time francês.

"Vivi grandes emoções, levantei muitas taças e vibrei muito no Parque dos Príncipes. Agradeço infinitamente a todos os dirigentes, membros da comissão técnica que me apoiaram sempre. A todos meus companheiros, desejo o melhor. Continuem a ganhar, vou sentir falta de vocês", publicou Pastore em seu Facebook para dar adeus ao PSG.

 
 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.