Marco Ugarte/AP
Marco Ugarte/AP

Novo técnico do México chama 10 do time que comanda

Miguel Herrera treinará a seleção junto com o América-MEX

AE, Agência Estado

20 de outubro de 2013 | 16h56

CIDADE DO MÉXICO - Terceiro técnico da seleção mexicana em três meses, Miguel Herrera vai apostar na base do América, time que ele vai seguir comandado, para levar o México a mais uma Copa do Mundo. Neste domingo o interino fez sua primeira convocação, dois dias depois de assumir o cargo, e convocou 10 jogadores que atuam com ele no América. Antes de jogar contra a Nova Zelândia, dias 14 e 20 de novembro, pela repescagem, o México vai fazer um amistoso diante da Finlândia, em 30 de outubro, que não é data Fifa. Por isso, os clubes estrangeiros não são obrigados a liberarem seus jogadores para Herrera. Assim, ele convocou apenas atletas que militam no futebol local.

"Apenas pensamos nesses 180 minutos e temos certeza que entregaremos a vaga ao Mundial para o México. Depois voltarei para o América", comentou Herrera, neste domingo, em entrevista coletiva. Campeão mexicano no primeiro semestre com o América, encerrando um jejum que vinha desde 2005 sem títulos do principal clube do país, Herrera assume o México com a missão de garantir a vaga na Copa. Para tanto, vai apostar na base que foi campeã com ele.

Na primeira lista de convocados, chamou 10 do seu time. Também deu nova chance a Rafa Márquez, ex-jogador do Barcelona, que atualmente joga no futebol mexicano. "Não tenho tempo para trabalhar e preciso de gente que entenda o que pretendemos", justiçou. Desde 1982 o México não é eliminado nas eliminatórias. A equipe só não jogou a Copa de 1990 por conta de uma punição imposta pela Fifa.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolMéxicoEliminatórias da Copa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.