Novo técnico do México muda seleção

O novo técnico da seleção mexicana, Javier Aguirre, convocou nesta sexta-feira 22 jogadores para tentar tirar o time da crise e se classificar para a Copa do Mundo de 2002. Aguirre, que substitui Enrique Mesa depois da derrota por 3 a 1 para a Honduras, deixou de fora da lista vários medalhões do futebol mexicano, como o goleiro Jorge Campos, o meia Pavel Pardo e os atacantes Luis Hernández e Abundis. A difícil missão de Aguirre já começa no dia 1 de julho, quando seu time, quinto colocado do hexagonal final das eliminatórias da Concacaf (os três primeiros vão à copa), enfrenta o líder Estados Unidos. Entre os convocados está o veterano García Aspe (34 anos), que teve uma boa campanha com o Puebla e é conhecido por sua personalidade forte, ao estilo Dunga. As mudanças na seleção mexicana não param no técnico e jogadores. O presidente da comissão de seleções Hugo Kiese foi substituído pelo empresário Alejandro Burillo Azcárraga. O novo dirigente é dono dos direitos de transmissão de TV dos jogos da seleção e da equipe Atalente, da 1ª divisão.

Agencia Estado,

22 de junho de 2001 | 22h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.