MArcos Freitas/Mirassol
MArcos Freitas/Mirassol

Novorizontino segura empate com o Mirassol pelo Paulistão

Resultado deixa o time de Novo Horizonte na segunda colocação do Grupo B

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de janeiro de 2019 | 22h06

O Novorizontino conquistou um ponto importante neste domingo. No estádio José Maria de Campos Maia, o time ficou no 0 a 0 com o Mirassol, em jogo válido pela terceira rodada do Campeonato Paulista, e ultrapassou o Guarani na classificação do Grupo B.

Com o resultado, o Novorizontino fica na segunda colocação da chave, com quatro pontos três atrás do líder Palmeiras e um a mais do que o terceiro colocado Guarani. O Mirassol, por sua vez, também fica com quatro pontos, empatado com o Corinthians, mas em terceiro lugar do Grupo C por desvantagem no saldo de gols (0 a -2).

O Mirassol fez valer o mando de campo e pressionou o Novorizontino enquanto pôde. Com bastante poder ofensivo, dominou a partida e conseguiu nove finalizações durante todo o primeiro tempo, enquanto o adversário sentiu bastante dificuldade no setor ofensivo e criou apenas uma chance de gol.

O Novorizontino voltou um pouco melhor para o segundo tempo, mas perdeu o ímpeto com o tempo e deixou a bola no pé do Mirassol. Ainda assim, o time da casa não soube aproveitar e, mesmo que tivesse a posse de bola, cometeu muitos erros de passe e não conseguiu levar muito perigo. Assim, o placar ficou zerado.

O Mirassol volta a campo às 19h15 da próxima quarta-feira, quando visita a Ponte Preta no estádio Moisés Lucarelli. O Novorizontino, por sua vez, recebe o Botafogo no Jorge Ismael de Biasi, a partir das 17 horas de quinta-feira.

FICHA TÉCNICA:

MIRASSOL 0 X 0 NOVORIZONTINO

MIRASSOL - Matheus Aurélio; Daniel Borges, Riccieli, William Alves e Carlos Renato; Léo Baiano, Wellington Simião (Yuri) e João Carlos; Lelê (Rodolfo), Felipe Augusto e Wilson (Carlão). Técnico: Moisés Egert.

NOVORIZONTINO - Vagner; Lucas Ramon, Everton Sena, Flávio Boaventura e Paulinho; Adilson Goiano, Jean Patrick (Matheus Sales) e Murilo Henrique; Paulinho Moccelin (Cléo Silva), Carlos Henrique (Felipe Alves) e Felipe Marques. Técnico: Roberto Fonseca.

ÁRBITRO - Lucas Belotto Belotte.

CARTÕES AMARELOS - Riccieli e Léo Baiano (Mirassol); Cléo Silva e Carlos Henrique (Novorizontino).

RENDA - R$ 19.038,00.

PÚBLICO - 1.109 pagantes.

LOCAL - Estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.