Novos diretores do Palmeiras apóiam Caio Júnior no treino

Após um empate em casa com o Grêmio Barueri (1 a 1) e uma derrota para a Ponte (2 a 1), a parte mais exigente da torcida palmeirense já coloca em xeque o trabalho de Caio Júnior. Por isso, a nova diretoria de Futebol do Palmeiras foi nesta quinta-feira em peso ao CT para garantir apoio total ao treinador - o vice-presidente Gilberto Cipullo e os conselheiros Savério Orlandi e Genaro Marino Neto, homologados como os novos diretores do departamento. ?Nosso trabalho é feito para dar frutos a médio prazo. Por isso, peço paciência ao torcedor. Não se monta um time vencedor em 15 dias?, disse o vice-presidente Gilberto Cipullo, que foi diretor no início da vitoriosa parceria com a Parmalat. ?Aquele time vencedor de 93 começou a ser montado no primeiro semestre de 92. É por isso que peço paciência aos torcedores.?Além de darem segurança ao treinador, os novos diretores explicaram seus planos para o departamento de futebol. Savério Orlandi, advogado de 36 anos, será o responsável pela supervisão jurídica de contratos e negócios. Genaro Marino Neto, economista e empresário, vai tocar os assuntos do dia-a-dia do clube.?Temos agora um colegiado para gerenciar o departamento. As coisas não vão ficar mais na mão de uma pessoa de idade, que trazia idéias de 1959, 1970...?, disse Genaro, numa clara alusão ao ex-diretor septuagenário Salvador Hugo Palaia, que era odiado pela torcida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.