Novos reforços na mira do Guarani

O Guarani deve apresentar nesta quinta-feira mais dois reforços para a disputa do Campeonato Paulista em 2003. O meia Esquerdinha, do São Caetano, e um zagueiro que pode ser Picolli, revelado pelo Juventude e atualmente no Coritiba. A contratação de Esquerdinha está sendo negociada há algum tempo, mas a história pode ter seu desfecho. No primeiro semestre, ele atuou pelo Botafogo, rebaixado no Campeonato Brasileiro, mas em 2000 e 2001 trabalhou, no ABC, com o técnico Jair Picerni, que acertou sua permanência até junho de 2003 em Campinas. Outra novidade pode ser a chegada de um zagueiro, posição carente do time, principalmente após a dispensa de Sangaletti, antes mesmo do término do Campeonato Brasileiro. A diretoria do clube e o gerente de Futebol, Neto Ferreira, não confirmam a contratação dos jogadores. O Guarani tenta ainda a contratação de mais reforços. O meia Adãozinho, o atacante Wágner e o zagueiro Daniel, todos do São Caetano, também fazem parte da lista entregue por Picerni à diretoria. Wágner já está com um pé no Brinco de Ouro, pois seu contrato com o time do ABC se encerra no dia 31 e o técnico Mário Sérgio não pretende contar com o atacante em 2003. Além deles, o atacante Taílson, que jogou pelo Jundiaí, e o meia Geraldo, do Bahia, também estão nas pretensões do treinador. O Guarani estréia no Campeonato Paulista no dia 26 de janeiro, diante do União Barbarense, em Campinas, no Estádio Brinco do Ouro da Princesa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.