Divulgação
Divulgação

Números fora de casa enchem Ponte de esperança para encerrar jejum como mandante

Time vem de três jogos sem perder - contra Guarani e Vila Nova pela Série B, e Flamengo pela Copa do Brasil

Estadão Conteúdo

14 Maio 2018 | 19h50

A Ponte Preta fez três jogos seguidos como visitante e o saldo foi para lá de positivo: vitória sobre o Guarani e empates com Flamengo e Vila Nova. De volta para Campinas, o time alvinegro inicia a semana focada em encerrar o jejum agora como mandante.

+ Vila Nova emata com a Ponte Preta e fica na vice-liderança da Série B

+ Flamengo empata com a Ponte e avança às quartas da Copa do Brasil

+ Após morte de torcedor, Ponte Preta vence o Guarani no Brinco de Ouro

Nos dois jogos que fez no estádio Moisés Lucarelli na Série B do Campeonato Brasileiro, a Ponte Preta perdeu para Paysandu e Londrina - ambos por 1 a 0. No próximo sábado, o time campineiro enfrenta o Atlético-GO e, apesar de ser mandante, a partida será realizada no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

Como a Ponte não pode receber torcedores - será o terceiro dos seis jogos de portões fechados -, a diretoria vai aproveitar esse período para reformar o gramado do seu estádio. A princípio, esta será a única partida longe de Campinas como mandante.

"Esse ponto (contra o Vila Nova) só será válido se a gente ganhar o próximo jogo. Acredito que a gente teve um volume importante nos jogos em casa, mas temos que aproveitar melhor as oportunidades", disse o técnico Doriva.

Com sete pontos, a Ponte Preta está na zona intermediária da tabela, em 10º lugar, e precisa vencer o Atlético-GO no sábado, pela sexta rodada, para não perder os líderes de vista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.