Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

'O Corinthians vai dar trabalho lá na frente', diz Malcom

Atacante anotou gol da vitória do Corinthians ontem

VÍTOR MARQUES, Estadão Conteúdo

19 de julho de 2015 | 09h25

O atacante Malcom comemorou demais o gol que deu a vitória ao Corinthians diante do Atlético-MG, por 1 a 0, no Itaquerão. Emocionado, o atacante se ajoelhou e até beijou o gramado.

Aos 18 anos, Malcom viveu uma semana difícil depois de ter sido acusado de ter comprado sua carteira de motorista, como apontou investigação do Detran.

O assunto foi evitado por ele mesmo depois do jogo. Sem comentar o caso, o atacante enalteceu o gol e a atuação da equipe. O resultado levou o Corinthians aos 29 pontos, empatado com o próprio Atlético-MG na liderança do Brasileiro.

"Fiz o gol e saí muito feliz. Faz muitos jogos que não perdemos. O Corinthians vai dar trabalho lá na frente", afirmou o jogador. "Venho crescendo de produção e o professor (Tite) passa isso para mim."

O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, disse, após a partida, que o problema envolvendo Malcom é um "assunto pessoal" do atleta. Mas que o clube estaria disposto a ajudar no caso de o jogador solicitar algum tipo de auxílio.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansMalcom

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.