O Fábio Costa brigão venceu o bom goleiro

Qual o verdadeiro Fábio Costa? O que pegou tudo no primeiro tempo, impedindo o empate do Corinthians? Ou o que se envolveu uma vez mais em confusão? Os dois convivem constantemente e estiveram juntos uma vez mais. Surpresa foi a presença de um terceiro Fábio Costa. O que falhou na cobrança de falta de Renato, no último minuto de jogo, permitindo que Leandro Amaral empatasse o jogo. Na sequência do empate, correu até o meio-campo, reclamando muito de uma suposta falta de César em Ricardo Oliveira, não marcada, antes da falta a favor do Corinthians. Levou o cartão amarelo, de costas, quando já voltava ao gol. Não acatou a chamada do árbitro e foi repreendido de longe. No lance seguinte, ele teria deixado o cotovelo para acertar Liedson, o que causou a revolta dos jogadores do Corinthians. Fábio Luciano comandou uma tropa que foi até Fábio Costa, mas parou, prudentemente, alguns metros antes. Para Fábio Costa, não houve nada, além de um mau árbitro. ?Não aconteceu nada, ele se chocou comigo. Ele mesmo falou isso." Na verdade, Liedson não inocentou Fábio Costa. ?Ele está dizendo que foi sem querer. Tudo bem, mas que me acertou, acertou", foi a frase de Liedson, entendida como absolvição por Fábio Costa. Em seguida, o goleiro falou sobre o árbitro. ?O que acontece é que ele não deveria ter saído de casa. Fez uma bela porcaria aqui no Morumbi, só isso." Em seguida, pediu justiça. ?Quando os jogadores erram, são punidos. Eu acho que esse juiz deveria ser punido também. Ele errou muito e não vai acontecer nada com ele. Todo mundo viu o que aconteceu aqui. Ele empatou o jogo para o Corinthians, só isso. O Leandro Amaral estava impedido e ele apitou ainda umas oito ou dez faltas para o Corinthians perto da área. O Santos está desfalcado, mas eles não precisam disso para empatar com a gente. Precisa pegar um belo gancho." Seja por querer ou não o choque com Liedson, a verdade é que o Fábio Costa irritadiço e brigão, uma vez mais, deixou o Fábio Costa corajoso e bom goleiro cada vez mais longe da seleção brasileira, que os dois desejam.Ao final do jogo o goleiro foi protagonista de novo tumulto na saída do ônibus no Estádio do Morumbi. Depois de tentar trocar ofensas com os jogadores do Corinthians, no ônibus ao lado, o jogador, irritado com as manifestações de corintianos no local, acabou jogando um copo de água pela janela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.