Fabio Motta/Estadão
Fabio Motta/Estadão

'O Guerrero vai fazer falta' ao Corinthians, afirma Bruno Henrique

O Corinthians perde um jogador que é a referência do time dentro de campo e também ídolo da torcida. Mas há vida sem Paolo Guerrero. Esta é a opinião do volante Bruno Henrique. Para ele, o clube terá de aprender a lidar com a saída do atacante peruano.

Vítor Marques, O Estado de S.Paulo

26 de maio de 2015 | 12h17

"Os jogadores que vão entrar terão de corresponder, os mais novos já jogam sob pressão. Mas o nosso time vai encaixar. O Corinthians está preparando o Love, para ele voltar e jogar bem", disse o volante em entrevista coletiva nesta terça-feira no CT do Corinthians.

Guerrero não terá seu contrato renovado e já negocia uma transferência para o Flamengo. O atacante pode fazer sua despedida no clássico contra o Palmeiras caso a diretoria e a comissão técnica entendam que vale a pena escalar o peruano no próximo domingo.

"O Guerrero é um ídolo, um dos maiores que o Corinthians já teve, vai fazer muita falta", disse Bruno Henrique. "Esperamos que ele faça em outro clube o que ele fez aqui, mas não contra a gente", brincou.

Bruno Henrique voltará a ser titular do Corinthians com a convocação de Elias para defender a seleção brasileira na Copa América. Ele disse que vai tentar aproveitar sua chance. "É bom para o Elias, que vai para seleção, e para mim, que poderei ter uma sequência."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.