'O impossível não existe para nós', acredita Diego Tardelli

'O impossível não existe para nós', acredita Diego Tardelli

Atacante lembra viradas na Libertadores de 2013 e contra o Corinthians na Copa do Brasil, mas cobra outra postura do Atlético

Estadão Conteúdo

30 de outubro de 2014 | 11h57

A derrota por 2 a 0 para o Flamengo na noite de quarta-feira não abalou a confiança dos jogadores do Atlético Mineiro. Lembrando a grande virada sobre o Corinthians nas quartas de final da Copa do Brasil, o atacante aposta em mais um resultado surpreendente, desta vez nas semifinais.

Para alcançar a sonhada decisão, o Atlético precisará vencer o Flamengo na próxima quarta-feira, no Mineirão, pelo mesmo placar para levar o duelo para os pênaltis. Se vencer por três gols de diferença, avançará no tempo normal - uma vitória por dois gols de diferença, mas com gol carioca, dá a classificação ao Flamengo.

"Tem que continuar acreditando. A gente não queria que fosse desse jeito de novo, mas o impossível não existe para nós. Dá para reverter, já mostramos isso em outras oportunidades, mas temos que ter outra postura no Mineirão. Time que quer ser campeão não pode ter a postura que tivemos no segundo tempo", disse Tardelli.

Nas quartas de final, o Atlético passou por situação semelhante. Levou 2 a 0 do Corinthians no jogo de ida, fora de casa. No entanto, surpreendeu na partida de volta ao derrotar o rival paulista por 4 a 1, mesmo depois de levar um gol no início do jogo.

Sem exibir a mesma confiança de Tardelli, o técnico Levir Culpi prometeu um grande duelo no Mineirão. "Vamos montar um time capaz de vencer o Flamengo. E pode ter certeza, quem for ao jogo não vai se arrepender, pelo menos emoção vai ter", declarou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.