O inglês Best e o craque Garrincha, exemplos negativos

Ídolo do United gastou quase toda sua fortuna com mulheres, bebidas e carro

O Estado de S.Paulo

30 de maio de 2016 | 07h00

Existem diversos casos de jogadores que ganharam milhões e perderam tudo por falta de controle, más companhias ou desconhecimento para gerenciar as finanças. Um dos casos mais famosos é do irlandês George Best. No Brasil, a história mais emblemática é de Garrincha.

Algo comum é o exagero com as baladas. Best, que atuou entre as décadas de 60 e 80 e morreu no ano passado, ganhou milhões nos tempos em que era ídolo do Manchester United, mas ainda como jogador, teve uma queda vertiginosa na carreira e perambulou por clubes pequenos, para ganhar alguns trocados. 

“Gastei 90% do meu dinheiro em bebida, mulheres e carro. O resto eu desperdicei”, era a frase mais emblemática do astro irlandês. 

Exemplo parecido é o de Garrincha. O ídolo maior do Botafogo ganhou muito dinheiro, mas morreu em condições financeiras precárias. O ex-atacante Muller, em 2011, admitiu estar morando de favor na casa do ex-companheiro de São Paulo, Pavão.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolGarrinchaFinanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.