Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

'O mais importante é sempre ganhar, não importa como', diz Renato no Grêmio

Tricolor gaúcho entrou no G-4 do Brasileirão após vitória sobre o Vasco, em casa

Estadão Conteúdo

11 de novembro de 2018 | 22h37

Apesar da vitória do Grêmio no sufoco sobre o Vasco, por 2 a 1, e pelas circunstâncias, com uma grande falha do goleiro Martín Silva, o técnico Renato Gaúcho tratou nos vestiários de festejar os três pontos que recolocaram o time dentro do G4 do Campeonato Brasileiro. Ele revelou que nesta semana houve um pacto no clube, entre ele, jogadores e a diretoria para voltar ao G4 e não sair mais.

"Este é nosso objetivo daqui para a frente, após a nossa saída na Copa Libertadores. O mais importante é sempre ganhar, não importa como. Hoje foi com uma falha do goleiro deles" analisou.

Com a vitória pela 33.ª rodada, o Grêmio chegou aos 58 pontos e passou a ocupar a quarta posição. Embora o São Paulo tenha a mesma pontuação, perde a posição no número de vitórias: 16 a 15. O time gaúcho estava fora do G4 há seis rodadas, no período em que priorizou a disputa da Copa Libertadores. Agora, precisa ficar entre os quatro primeiros, justamente, pra garantir uma vaga na fase de grupos da competição sul-americana em 2019.

Sobre o jogo, o técnico comentou a importância das trocas no segundo tempo, quando ganhou mais força física com as entradas dos pratas da casa Jean Pyerre e Matheus Henrique, respectivamente, nas vagas de Cícero e Maicon. "Todos sabem que é necessário a gente fazer este rodízio para preservar todo o grupo. E tem dado certo, porque quem está entrando tem dado conta do recado".

Mais uma vez os novatos foram destaques em campo, principalmente Matheus Henrique, de 20 anos, que marcou o gol da vitória aos 49 minutos do segundo tempo, numa falha do goleiro vascaíno. Para Renato, a renovação é sempre importante pra o clube, que obtém receita com a formação. Mas ele fez sua ressalta, em tom bem pessoal. "Tem de saber lançar os garotos para não queimá-los. É bom entrar quando o time está ganhar e não em momentos difíceis e numa cilada", disse.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Renato GaúchoGrêmiofutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.