Daniel Dal Zennaro/Efe
Daniel Dal Zennaro/Efe

'O mundo não acaba', diz o goleiro Julio Cesar após a desclassificação

Goleiro diz que seleção brasileira ficou 'baqueada' após o gol de empate da Holanda

Estadão.com.br

02 de julho de 2010 | 13h07

SÃO PAULO - Na saída de campo após a derrota do Brasil de 2 a 1 para a Holanda nas quartas de final da Copa do Mundo, nesta sexta-feira, 1, o goleiro Julio Cesar disse que espera contar com o apoio da torcida brasileira.

Veja também:

mais imagens Imagens da queda do Brasil

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

 

"O mundo não acaba. A confiança do torcedor é muito grande", disse Julio Cesar a um repórter da TV Globo. "É um resultado que ninguém esperava porque o Brasil entra em todas as competições para ganhar. Mas o futebol é 11 contra 11 e qualquer resultado pode acontecer", explicou o goleiro, que dizia estar falando em nome do grupo, "dando a cara para bater em um momento muito difícil para todos".

 

Depois de um bom primeiro tempo, a seleção brasileira voltou do intervalo nervosa em campo e viu o sonho do hexacampeonato ruir em lances capitais. "O gol de empate da Holanda deu um baque na nossa equipe. No lance, fiquei um pouco em dúvida com o Felipe Melo", disse Julio Cesar. "São coisas que acontecem no futebol", concluiu.

 

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.