Matthew Stockman/AFP
Matthew Stockman/AFP

'O mundo quer ver Messi ser campeão da Copa do Mundo', afirma Del Potro

Tenista campeão em Indian Wells declara torcida para atacante, que, em sua opinião, "faz mais do que pode" pela seleção argentina

O Estado de S.Paulo

22 de março de 2018 | 11h08

Às vésperas de uma mudança de esquema tático visando a participação na Copa do Mundo, a seleção da Argentina ganhou um torcedor mais que ilustre pelo sucesso no Mundial da Rússia. Trata-se de Juan Martin Del Potro, principal tenista do país na atualidade, e que vive ótima fase na carreira nas últimas semanas.

+ Messi faz primeiro treino e Sampaoli arma Argentina com meia do Independiente

+ Promessas da Itália celebram duelo com Messi em amistoso: "Jogador de videogame"

+ Confira a página especial da Copa do Mundo

Vencedor do Masters 1000 de Indian Wells, nos EUA, ele mostrou ser conhecedor de futebol e revelou sua torcida para que o maior craque da seleção de seu país, Lionel Messi, consiga conquistar a taça no próximo mês de julho.

"O mundo quer ver Messi campeão na Rússia", afirmou Del Potro, que derrotou Roger Federer na final do torneio norte-americano no último domingo. "O mundo do futebol precisa que Messi vença o título".

A imprensa argentina afirma que o técnico Jorge Sampaoli estraia promovendo mudanças pedidas pelos próprios atletas para tornar a equipe, atual vice-campeã Mundial, mais equilibrada defensivamente para a disputa da Copa. E a efetividade das medidas poderá começar a ser vista no amistoso desta sexta-feira, contra a Itália, às 16h45 (horário de Brasília).

Del Potro, por sua vez, reforçou o apoio aos comandados de Sampaoli e afirma entender o que passam os jogadores para lidar com a pressão dos fãs. "No meu país, todos temos expectativas elevadas para a Rússia. E eu sei que os jogadores sentem essa pressão, pois é algo que eu sinto quando jogo a Copa Davis", afirmou, rasgando elogios ao camisa 10 e capitão da Argentina.

"Leo é uma grande pessoa e merece ganhar (a Copa do Mundo), mas está fazendo mais do que ele pode pelo nosso país. Estou muito orgulhoso de tê-lo como nossa bandeira ao redor do mundo. Espero que a Argentina possa ganhar a Copa", afirmou.

Além de enfrentar a Itália nesta sexta, em Manchester, a seleção argentina encara a Espanha na ptóxima terça-feira, em Madri. De acordo com os treinos desta semana, espera-se que Sampaoli escale o onze inicial com: Sergio Romero; Mercado, Fazio, Otamendi e Tagliafico; Lucas Biglia, Paredes, Meza, Di María e Messi; Higuaín.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.