Gabriela Biló/Estadão
Gabriela Biló/Estadão

O que está em jogo na última rodada do Campeonato Brasileiro

Todos os jogos estão marcados para domingo, às 17h

O Estado de S. Paulo

30 Novembro 2015 | 10h18

O Campeonato Brasileiro chega à sua 38ª e última rodada com decisões importantes. Todos os jogos do encerramento da competição estão marcados para domingo, às 17h. A grande expectativa vem do Rio de Janeiro, para saber se o Vasco consegue escapar ou não do rebaixamento. O time comandado em campo pelo camisa 10 Nenê e pelo técnico Jorginho, auxiliado por Zinho, ex-Palmeiras, ganhou domingo do Santos e chegou aos 40 pontos. Ainda sonha com a permanência na Séria A. Veja o que ainda está em jogo nessa jornada derradeira do Nacional 2015.

1 - O SONHO DO VASCO

Com 40 pontos, o Vasco sonha escapar da degola. O time ocupa a 18ª colocação - está na Z-4 desde a 4ª rodada do Brasileirão. As chances existem. O primeiro passo é ganhar do Coritiba na casa do adversário. Vale lembrar que o Coritiba tem 43 pontos e ainda corre perigo caso o Avaí some mais três na rodada. Então, não será jogo fácil para o time de São Januário. Depois, precisa torcer contra Figueirense e Avaí, que também estão ameaçados. Se empatar já era. Até poderia empatar em pontos com os concorrentes, mas ficara atrás na quantidade de vitórias. O Vasco tem de ganhar do Coritiba e torcer para derrotas de Avaí e Figueirense.

2 - DEFINIÇÃO DO Z-4

O Joinville já está rebaixado para a Série B. Cinco times tentam escapar das três últimas vagas. O Goiás é quem está com a corda mais apertada no pescoço. Ocupa a penúltima colocação, com 38 pontos em 37 jogos disputados. Não depende mais dele. Faz a última partida do Nacional contra o São Paulo, dentro do Serra Dourada. Ocorre que o time 'sem técnico' do Morumbi precisa dos pontos para ficar com a quarta vaga brasileira da Libertadores do ano que vem. Vai jogar a vida por isso, além de ter um elenco melhor. Na 17ª colocação, o Figueirense tem o mesmo número de pontos do Vasco, 40, mesmo número de vitórias, 10, e melhor saldo de gols: - 15 contra - 26. O Figueirense recebe o Fluminense. Existe muita desconfiança sobre a disposição do Tricolor em jogar para ganhar e assim ajudar o rival carioca. Diretoria e jogadores das duas equipes não morrem de amor uns pelos outros. A salvação do Vasco passa também pela vitória do Flu. Por fim, na 16ª colocação, o Avaí só depende dele para escapar da degola. Com 41 pontos, visita o campeão Corinthians no Itaquerão. Se todos os concorrentes para baixo na tabela perder, pode também ser derrotado que escapa. Mas convenhamos que bater o campeão em sua casa é muito difícil.

3 - O VICE QUE IMPORTA

Chegar em segundo lugar nunca interessou muito no Nacional. Mas na disputa deste ano, Atlético-MG e Grêmio estão dando bastante valor a isso. A vaga é do time mineiro, que perdeu o técnico Levir Culpi semana passada e vinha fazendo boa perseguição ao então líder Corinthians. Ocorre que o Atlético derrapou e viu o rival de Porto Alegre encostar. Estão separados por um ponto: 66 do Atlético contra 65 do Grêmio. Na última rodada, o time de Minas joga em casa contra a Chapecoense. Os gaúchos visitam o Joinville.

4 - ÚLTIMO RECORDE

O Corinthians ainda não desistiu de bater mais um recorde neste Brasileirão: somar mais pontos que o Cruzeiro do ano passado. Ambos estão empatados em 80 pontos. O campeão brasileiro precisa apenas de um empate contra o Avaí. O problema é o desinteresse do time comandado por Tite. Já ganhou o caneco e já fez festa contra o São Paulo em sua casa. Os jogadores, portanto, estão com a cabeça nas férias.

5 - VAGA NA LIBERTADORES

O São Paulo manteve-se na quarta posição e agora só depende de suas forças para garantir vaga na Libertadores de 2016 nesta última rodada. É tudo que o time do Morumbi deseja para amenizar uma temporada triste, com trocas de treinadores e renúncia de presidente. O São Paulo entra em campo 'sem técnico', já que mais uma vez Milton Cruz assumiu o papel com a saída de Doriva. Abriu distância para o Santos. O São Paulo visita o Goiás. Na briga por essa vaga ainda estão Inter, com 57 pontos, e Sport, com 56. O Santos, com 55, ficou para trás e não pode mais superar o São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.