Rubens Chiri/Divulgação
Rubens Chiri/Divulgação

'O São Paulo é a minha segunda casa', destaca zagueiro Lugano

Recém-contratado, defensor uruguaio garante já estar ambientado 

O Estado de S. Paulo

14 de janeiro de 2016 | 07h00

O zagueiro Diego Lugano, do São Paulo, recomeçou nesta quarta-feira a rotina de trabalhos no CT da Barra Funda e garantiu já se sentir ambientado no local. Desde o café da manhã com os novos companheiros, os goles de chimarrão com o argentino Centurión e os trabalho na academia, o uruguaio afirma que está feliz e muito à vontade com o retorno ao clube após dez anos.

"É sempre emocionante voltar aqui, porque o São Paulo é a minha segunda casa. Agora, vou trabalhar e começar bem este meu período de pré-temporada, porque quero fazer tudo da melhor maneira possível e em breve integrar as atividades com o restante do grupo", comentou o uruguaio em entrevista ao site oficial do clube. Lugano tem contrato válido até junho de 2017.

Como chegou abaixo do peso, o uruguaio vai ter que fazer um trabalho de ganho muscular antes de começar os treinos no campo. Ainda não há previsão de quando essa etapa vai terminar. Logo no primeiro dia, Lugano já fez exercícios musculares e foi submetido ao teste isocinético, avaliação utilizada para detectar equilíbrio muscular e nível de força.

Logo no desembarque Lugano já se sentiu acolhido. O reforço do São Paulo foi recebido por uma multidão de torcedores em Cumbica e surpreso com o carinho, afirmou à diretoria que não era mais necessário organizar uma apresentação oficial. O uruguaio, que passou pelo clube entre 2003 e 2006, destacou nesta quarta-feira a sensação de voltar a conviver no CT. "Foi especial voltar ao CT e, principalmente, rever os funcionários e amigos que fiz no clube. Muitos já me conhecem há 13 anos, e foi prazeroso ter a oportunidade de revê-los. Também pude ter o primeiro contato com o elenco, porque ainda não conheço muito bem a maioria dos jogadores."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.