Érico Leonan/ São Paulo FC
Érico Leonan/ São Paulo FC

'O São Paulo não pode torcer para o Flamengo', diz Juanfran sobre Libertadores

Título do time carioca abrira vaga direta para o quinto colocado no Campeonato Brasileiro

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

20 de novembro de 2019 | 16h42

O lateral Juanfran afirmou que o São Paulo não pode torcer para o Flamengo na final da Libertadores deste sábado, contra o River Plate, em Lima. Com um eventual título do time carioca, o G-4, grupo dos quatro melhores do Campeonato Brasileiro que se classificam para a Libertadores, se transformaria em G-5, abrindo mais uma vaga direta para o quinto colocado.

“Não podemos torcer pelo Flamengo. O São Paulo não pode torcer pelo Flamengo. Apesar de ter parceiros lá, o Filipe Luis, de quem gosto muito, e Diego, joguei com ele e tenho grande respeito. Mas não podemos torcer”, disse Juanfran em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira no CT da Barra Funda. “Nós temos de pensar em ganhar do Ceará. Um time grande pensa em si mesmo, não pensa nos demais. E nós somos time grande”, concluiu.

O Athlético-PR, campeão da Copa do Brasil, é o quinto, com 53 pontos, mesma pontuação do São Paulo. Por ter conquistado o título, o time paranaense já está classificado à Libertadores de 2020, o que também abriria essa vaga ao time tricolor. 

O volante Tchê Tchê, que também concedeu entrevista coletiva, desconversou. “Temos que focar no próximo jogo, em busca da vitória, e depois mirar uma sequência positiva nesta reta final de temporada. Nosso foco está sempre no próximo compromisso, que agora será contra o Ceará”.

Para a partida diante do Ceará, no domingo, o técnico Fernando Diniz não terá Pablo (suspenso). Raniel, Pato e Toró disputam a posição. O treino desta quarta-feira foi fechado à imprensa. Uma possível escalação é a seguinte: Tiago Volpi; Daniel Alves, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Liziero (Jucilei), Tchê Tchê e Igor Gomes (Juanfran); Antony, Raniel (Pato) e Vitor Bueno.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.