O sucesso da Alemanha e do Bayern depende de todo o time, diz Boateng

Zagueiro afirma que atacantes precisam trabalhar para auxiliar na marcação e também que defensores devem ajudar na parte ofensiva

O Estado de S. Paulo

12 de novembro de 2014 | 09h55

Depois de chegar ao Bayern de Munique em 2011, Jerome Boateng ganhou tudo. Pelo clube da Baviera, o jogador conquistou o Campeonato Alemão, a Copa da Alemã e a Liga dos Campeões, além de também ter sido titular absoluto na seleção alemã que ganhou a Copa do Mundo. Mesmo assim, o defensor disse, em entrevista nesta terça-feira, que seu sucesso e trabalho dependem de uma ajuda dos jogadores de frente.

Reunido com a delegação da Alemanha  para disputar as Eliminatórias da Euro e amistoso, Boateng exalta o coletivo do time. "Não é sempre que a defesa faz a diferença, isso é um time e acho que a Copa do Mundo é um exemplo. Todo o time trabalhou no ataque e na defesa. E o mesmo serve para o Bayern de Munique. Se os atacantes não voltam, a defesa vai ter problemas e se os atacantes não auxiliam a defesa, teremos problemas para marcar. Obviamente não temos muito tempo para treinar isso nos clubes, mas se todo mundo se ajudar e souber o que tem de fazer, isso fica fácil."

Após início fora do comum nas Eliminatórias da Euro 2016, com uma vitória apertada sobre a Escócia, derrota para a Polônia e empate em casa contra a Irlanda, a seleção alemã volta a campo na sexta-feira para enfrentar Gibraltar. Após a partida, válida pelo Grupo D, os atuais campeões do mundo vão encarar a Espanha, em amistoso, no próximo dia 18.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.