O talento que explode na maturidade

Cruyff, Paolo Rossi, Maradona, Romário, Zidane não têm em comum apenas o fato de tratar a bola com intimidade. Cada um, em seu tempo, encantou o mundo na disputa de Copas - e a maioria curtiu a alegria adicional de comemorar o título. Esse quinteto de estrelas apresenta a idade como outro elo comum. Todos se destacaram na principal competição do futebol ao atingir a "idade madura" na profissão.Essa etapa especial flutua em faixa etária que varia, em média, dos 25 aos 30 anos. A técnica, aliada a experiência, contribuiu para que esses craques entrassem para a história do torneio. "Não tenho números exatos, mas arriscaria dizer que 75% dos jogadores que sobressaem em Mundiais têm de 25 anos para cima", avalia Luiz Felipe Scolari. "Outros 20% explodem entre os 20 e 25 anos e apenas 5% aparecem antes dessa idade", arremata o treinador da seleção.Leia mais no Estadão

Agencia Estado,

13 de janeiro de 2002 | 10h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.