Obina admite viver clima de ansiedade no Atlético-MG

Depois da vitória sobre o Flamengo na última rodada, o Atlético-MG conseguiu sair do sufoco no Brasileirão. Com 39 pontos, o time mineiro chegou aos 15º lugar e se afastou um pouco da zona de rebaixamento. Por isso, os jogadores vivem agora a ansiedade para finalmente acabar com a ameaça de queda para a segunda divisão.

AE, Agência Estado

17 de novembro de 2010 | 19h12

"A gente fica até um pouco ansioso porque um bom resultado contra o Palmeiras pode tirar aquele peso que vem ao longo do campeonato, nos afastando um pouco de algumas equipes e nos aproximando das equipes que estão logo acima de nós na tabela. Mas temos que conter essa ansiedade e tentar vencer os nossos jogos", admitiu o atacante Obina.

Com cinco gols marcados nos últimos cinco jogos, Obina é uma das armas do Atlético-MG para ganhar a partida de domingo, quando irá enfrentar o Palmeiras em Araraquara. Apesar de os palmeirenses terem perdido o mando de campo por decisão do STJD, Obina conhece bem a força de seu ex-clube quando atua no interior de São Paulo e faz um alerta.

"Tenho certeza de que o torcedor do Palmeiras vai ao estádio, ainda mais jogando no interior, mas a gente vai lá com o intuito de conseguir a vitória", avisou Obina, ressaltando a importância dessa partida para o Atlético-MG. "Temos que vencer os nossos jogos para não ter que ficar com o pensamento no placar dos outros jogos."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolAtlético-MGObina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.